Vida e Saúde

Sete maneiras de desenvolver a autoconfiança do seu filho.

Autoconfiança é um sentimento que precisa ser desenvolvido desde a infância, e o papel dos pais é fundamental nesse processo.
Tempo de leitura: 4 minutos.

Você sabia que a autoconfiança é um sentimento que pode trazer benefícios para a vida física ,social e emocional do seu filho? A autoconfiança está relacionada à habilidade de socialização, como por exemplo, saber lidar com desafios sociais, aprender a partilhar, construir amizades, entre outros. Uma pessoa autoconfiante conhece o seu valor e suas capacidades.

Qualquer pai ou mãe deseja que seu filho se torne um adulto que tenha segurança ao tomar decisões, seja responsável, tenha uma autoestima elevada e saiba lidar com as dificuldades da vida nos seus mais diversos contextos, porém, é preciso entender que nenhuma criança nasce se sentindo autoconfiante. Esse sentimento precisa ser trabalhado na criança no seu cotidiano.

A autoconfiança é um sentimento que precisa ser desenvolvido desde a infância, por isso, o papel dos pais nesse processo é fundamental. No decorrer do texto veremos que a autoconfiança acima de tudo começa com um bom relacionamento entre pais e filhos.

A criança é influenciada pelo ambiente em que ela vive. Quanto mais esse ambiente lhe proporcionar amor, segurança, respeito e oportunidades de crescimento físico, social e emocional maior probabilidade essa criança terá de desenvolver sua autoconfiança, autoestima e autonomia, sentimentos importantes para uma vida mais equilibrada e assertiva.

 Maneiras de desenvolver a autoconfiança do seu filho:

Separamos sete maneiras que poderão ajudar vocês pais, a desenvolver a autoconfiança do seu filhos.

1- Permita que a criança realize atividades motoras:

Atividades motoras são excelentes oportunidades para desenvolver a autoconfiança da criança. Prepare um ambiente seguro para que ela possa desenvolver atividades como saltar, correr, dançar, escalar.

Atividades motoras Ajudam no domínio do corpo no espaço, melhora o equilíbrio.

2- Desenvolva a autonomia do seu filho:

Se a criança já tem condições de fazer alguma tarefa sozinha, permita que ela faça. Dê suporte quanto perceber que ele está com dificuldade. Ajude a criança a lidar com situações de conflito. Acolher a criança e incentiva-la a falar sobre seus sentimentos ajudará os pais a orienta-la de maneira mais assertiva. Uma boa alternativa é convidar a criança para resolver a situação juntos.

3- Permita que ele se sinta útil

 Sempre que possível e respeitando a idade e as etapas de desenvolvimento de cada criança envolva seu filho nas pequenas atividades domésticas. A criança fica muito feliz quando realiza uma tarefa e tem a aprovação dos pais. Sempre que a criança fizer algo positivo elogie o seu comportamento e agradeça pela ajuda.

4- Crie uma rotina para seu filho.

A rotina proporciona uma maior organização para a vida diária não somente da criança, mas de toda a família. Programando as atividades do dia a criança não fica sobrecarregada e pode utilizar o tempo livre para brincar.

5- Dê liberdade para que ele expresse suas opiniões e ideias.

Criar esse espaço é uma ótima oportunidade para interagir com a criança e ajuda-la a refletir e falar sobre seus sentimentos. Nem sempre será possível concordar com a criança, mas ao invés de reprova-la mostre interesse e proponha alternativas como: "E se fizéssemos dessa forma não seria mais interessante?" OU "Você não acha que o seu amiguinho pode ficar triste se você agir dessa maneira?”.

6- Incentive seu filho.

Ele está com dificuldade em realizar alguma tarefa? Não sabe como funciona determinado brinquedo? Ofereça ajuda, mas deixe-o pensar. Faça perguntas, dê pistas e comemore o seu progresso.

7- Ajude a criança a lidar com situações de conflito.

Ás vezes os pequenos tem dificuldades em lidar com situações de conflito. Acolher a criança e incentiva-la a falar sobre seus sentimentos ajudará os pais a orienta-la de maneira mais assertiva. Uma boa alternativa é convidar a criança para resolver a situação juntos.

A autoconfiança é um sentimento que precisa ser desenvolvido na criança durante toda a sua vida.

Toda vez que uma criança tem oportunidade de emitir um comportamento e quanto mais assertivos forem tais comportamentos, mais confiante a criança se sentirá.

Ações do cotidiano como brincar, realizar pequenas tarefas, fazer as atividades escolares, poderão ajudar as crianças a se sentirem mais autoconfiantes.Os pais tem um papel muito importante no desenvolvimento físico, social e emocional da criança, portanto criar um ambiente de amor, respeito e confiança ajudará a criança a se sentir mais segura e autoconfiante.

Quando criamos oportunidades para que a criança desenvolva a sua autoconfiança estamos colaborando para que ela tenha uma maior probabilidade de se tornar um adulto mais confiante e que saibam fazer escolhas mais assertivas.

Lembre-se:

Para que haja autoconfiança, é preciso Preparação.
Para que haja preparação é preciso Dedicação.
Para que haja dedicação é preciso Compromisso.
Para que haja compromisso é preciso Acreditar.

Você acredita no potencial do seu filho?

 

 

Author: Adriana FernandesWebsite: http://adrianafernandes.com.br
Psicóloga.CRP 04/39812 Apaixonada por livros. Nas horas vagas escrevo poesia.

Topo