• Pesquisar
  • Abrir menu

Cinco maneiras de cultivar o amor-próprio

Cultivar o amor-próprio é uma excelente maneira de cuidar de você.
Tempo de leitura: 4 minutos
Uma mulher, jovem sorrindo como cultivar o amor-próprio.

Cultivar o amor-próprio. Tem algo melhor do que se cuidar, respeitar seus limites, seus valores e estar de bem-consigo mesmo?  Já reparou que muitas pessoas são “especialistas” em cuidar dos outros, porém completamente negligentes em cuidar de si mesmos? Por que esse comportamento parece ser algo tão comum?   Se você parar para refletir verá que fomos ensinados a cuidar do outro, a oferecer amor, atenção e cuidado as outras pessoas, mas não fomos ensinados, a fazer o mesmo por nós. E quais as consequências disso?  

O problema é que acabamos por negligenciar coisas que são muito importantes para o desenvolvimento do autocuidado, da autoestima e autoconfiança.

Se você ainda não aprendeu a cultivar o amor-próprio, já está na hora de mudar a sua história.

Ah, e antes que você pense que cultivar o amor-próprio é egoísmo, já lhe digo que não é, pelo contrário. Quanto mais você cuida de si, mais se sente bem consigo,o que acaba por enriquecer a maneira como você se relaciona com os outros, além de "ensinar" as pessoas a maneira como você  gostaria de ser tratada.

Sem mais delongas vamos as cinco maneiras de cultivar o amor em você.  

Cinco maneiras de você cultivar o amor-próprio  

Separei cinco maneiras de você cultivar o amor-próprio. Essas dicas se colocadas em prática, podem mudar e muito a maneira como você cuida de si e como se relaciona com as pessoas.

Autoconhecimento é fundamental para o desenvolvimento do amor-próprio  

Não há como falar de amor-próprio sem falar de autoconhecimento, afinal para cuidar de si, é preciso que você conheça seus limites, habilidades, medos, valores e as áreas da sua vida que necessitam ser trabalhadas.

Costumo dizer que o autoconhecimento traz luz aos pontos “obscuros” da nossa vida, nos apontando possíveis caminhos 

Aprender a dizer não é uma maneira de cultivar o amor-próprio

Para muitas pessoas dizer não é algo bastante difícil não é mesmo? Sei como é. Já foi difícil para mim também, mas a gente aprende.  

Dizer não quando é preciso pode te livrar de muitas "roubadas" além de evitar muita dor de cabeça.

Muitas vezes, temos receio de dizer não com medo de magoar o outro, ou de perder a pessoa que tanto amamos, porém, as pessoas que realmente te consideram  irão respeitar sua decisão. 

Aprenda a dizer sim, sempre que necessário

Ah, você acredita que as pessoas têm dificuldades de dizer apenas “não”? Pois é, às vezes, encontramos a mesma dificuldade em dizer sim. 

Sim, para um monte de coisa  legais e que podem contribuir tanto para o seu crescimento pessoal quanto para os seus relacionamentos.

Essa dificuldade de dizer sim, ás vezes podem vir da nossa falta de autoconhecimento, ou seja, nossa dificuldade ou medo de se arriscar, de experimentar coisas novas.Ficamos  presos a padrões, crenças que não acrescentam em nada, pelo contrário, apenas nos paralisam e  impedem o nosso crescimento.  

Então, conheça mais sobre você, sobre o que te faz feliz, o que lhe proporciona bem-estar. Essas são boas maneiras de você cultivar o amor-próprio.  

Desenvolver suas habilidades pode fortalecer o seu amor-próprio 

Outro ponto que é resultado do autoconhecimento é conhecer quais são as suas habilidades. Há pessoas  que encontram  dificuldade nesse ponto. Umas porque não pararam para perceber suas habilidades, outras, porque realmente não veem valor no que fazem e muito menos no que são.

Não ver valor em si, tem a ver com várias questões que não irei aprofundar aqui. Cada pessoa tem uma história e passou por experiências diferentes umas das outras, mas podemos aprender a ver valor em nós, a nos oferecer amor, mesmo que não o tenhamos recebido, e acredite, você pode começar a fazer isso a partir de  pequenas coisas.

Primeiro cuidando de você. Trazendo para sua rotina coisas que você gosta e valoriza e em segundo, procurar se aperfeiçoar sempre ou aprender algo novo.Caso você ainda não descobriu nenhuma habilidade pode ser um bom começo.  

Cuide de si como você cuida dos outros 

Apesar de ter deixado esse tópico por último, saiba que ele é o principal.  

Para cultivar uma relação saudável, você precisa aprender a se amar, a desenvolver o amor-próprio, afinal só podemos oferecer ao outro aquilo que temos. 

Como podemos ver, cultivar o amor-próprio é fundamental para o desenvolvimento da autoconfiança e da autoestima, além de contribuir para a construção de relacionamentos saudáveis.

E nunca se esqueça:Cultivar o amor-próprio é uma excelente maneira de  cuidar de você.

Veja também

Sobre autocompaixão

Cinco benefícios da autocompaixão

 

 

Adriana Fernandes
Author: Adriana FernandesWebsite: http://adrianafernandes.com.br
Psicóloga.CRP 04/39812 Apaixonada por livros e poesia.