• Pesquisar
  • Abrir menu

Qual a importância de estabelecer limites?

Estabelecer limites é uma maneira de se cuidar.
Tempo de leitura: 6 minutos
Mulher jovem, morena, vestindo blusa amarela, com expressão séria e demonstrando discordância.

Já parou para pensar que muita coisa poderia ser diferente na nossa vida e nos nossos relacionamentos se tão somente soubéssemos comunicar aos outros quais são os nossos limites?

Conhecer, respeitar, e saber comunicar seus limites é extremamente importante para o seu bem-estar físico e emocional.

Quando você não conhece seus limites e nem ao menos sabe comunicá-los, você corre o risco de viver desrespeitando a si mesma e aos outros.

Portanto, se deseja aprender a se cuidar, se valorizar e construir relacionamentos mais saudáveis conheça quais são seus limites e aprenda a comunica-los aos outros.

Afinal, o que são limites?

Aqui, falaremos dos limites pessoais que são justamente as nossas próprias regras que estabelecemos e que nos servem de proteção.

Podemos comparar os limites como uma barreira de proteção que me diz até onde posso ir sem me sentir desconfortável, sem me desrespeitar.

Você sabe quais são seus limites?

 Para descobrir quais são seus limites, você precisa conhecer mais sobre si mesma, ou seja, desenvolver o autoconhecimento, e uma boa maneira de se fazer isso é através da auto-observação.

Olhe para si mesma, para sua maneira de ser, se comportar e se relacionar. O que você presa em uma relação seja ela familiar, entre amigos ou romântica? O que você negocia e o que você não negocia de maneira alguma? O que você tolera e o que não tolera por nada nesse mundo?

É olhando para você e para maneira que você se relaciona com as pessoas é que você aos poucos irá descobrir quais são os seus limites, porém não basta conhecer quais são os seus limites. Você também precisa saber como comunicá-los.

Qual a importância de estabelecer limites?

Estabelecer limites pessoais é muito importante na construção e manutenção de relacionamentos saudáveis, seja em relacionamentos românticos, profissionais, de amizades e até mesmo familiares.

É também uma maneira “ensinar” ao outro como o mesmo deve se portar em relação á você. Afinal, precisamos entender que o outro não sabe tudo sobre nós, pois os limites são estabelecidos conforme a história, crenças e o modo de vida de cada pessoa.

Como estabelecer limites?

Como já foi dito anteriormente é preciso comunicar aos outros os nossos desconfortos sempre que necessário.

Quantas vezes nos calamos com receio de que as pessoas possam ficar chateadas, ou você acabar sendo visto como uma pessoa egoísta?

Nem sempre será fácil colocar para o outro aquilo que nos desagrada, porém, não fazê-lo pode custar a sua paz. Analise até onde você está disposta a relevar ou não.

Por outro lado, apesar de ter que lidar com o desconforto que a situação pode causar, podemos  comunicar nossos limites sem sermos agressivo ou mal-educado com as pessoas.

 Então na hora de comunicar seus limites procure ser o mais autêntico possível e diga de maneira clara e direta o que está realmente lhe incomodando.

 Como saber se meus limites estão sendo desrespeitados?

Uma maneira de você saber se seus limites estão sendo desrespeitados é fazendo uma autoavaliação.

Observe como você se sente diante de uma determinada situação. Você sente que as pessoas estão mais preocupadas com o bem-estar delas do que com o seu? Você sente que está sendo desrespeitada? Se sente constrangida diante de uma situação? Esses podem ser pequenos indícios de que seus limites estão sendo desrespeitados ou violados.

Estabelecer limites nem sempre é uma tarefa fácil. Haverá situações em que não será nada fácil comunicar o nosso desconforto, principalmente quando tivermos que fazê-lo com pessoas muito próximas a nós, como familiares e amigos, por exemplo. Porém, se temos como foco a construção de relacionamentos mais saudáveis, precisamos ser mais autênticos em nossos relacionamentos.

Tenha sempre o hábito de questionar e reavaliar seus limites

Sempre tenha o hábito de reavaliar os limites que você estabelece para sua vida e para os seus relacionamentos.

Perguntas como: “Estou sendo muito rígida ao estabelecer esse limite?”, pode lhe ajudar a reavaliar se suas regras são muito rígidas, se você olha o contexto e também está considerando os direitos e necessidades dos outros.

Precisamos também observar se os limites estabelecidos não tem sido apenas uma maneira de evitar contato e intimidade com as pessoas, por exemplo. Buscar o isolamento se afastando muito do contato social pode ser prejudicial e impedir boas oportunidades. Avalie.

Estabelecer limites nos ajuda a preservar nossa saúde física e emocional

Nem sempre será fácil fazê-lo. Haverá situações que precisaremos lidar com o desconforto que uma determinada situação poderá causar a nós e aos outros.

 Cabe a cada um de nós colocarmos na “balança” e avaliarmos o que é possível ou não abrir mão.

 

 

 

Adriana Fernandes
Author: Adriana FernandesWebsite: http://adrianafernandes.com.br
Psicóloga.CRP 04/39812 Apaixonada por livros e poesia.