• Pesquisar
  • Abrir menu

Autocuidado: Posso me tornar egoísta ao cuidar de mim?

A proposta do autocuidado é: cuide de você, do outro e incentive as pessoas a fazerem o mesmo por elas.
Tempo de leitura: 4 minutos
Autocuidado

Ah, mas se eu começar a me priorizar, não irei me tornar uma pessoa egoísta? Essa é uma dúvida que costuma aparecer no consultório, no meu atendimento às mulheres.

Percebo que esse assunto às vezes fica um pouco confuso, por isso, os questionamentos, mas será realmente que quando cuidamos de nós, priorizamos nossas necessidades, corremos o risco de nos tornarmos pessoas egoístas?

Para melhor compreensão, começaremos definindo o que significa ser uma pessoa egoísta, e a partir de aí comparar com a ideia de autocuidado.

  O que é ser uma pessoa egoísta?

 O que seria uma pessoa egoísta? Uma pessoa egoísta é uma pessoa centrada em si mesma. É alguém que se importa apenas consigo mesma, e seus objetivos estão voltados apenas para a realização de suas necessidades, ignorando as do outro.  Agora,vejamos o que vem a ser autocuidado.  

O que é autocuidado?

O autocuidado é o cuidado que você tem consigo mesma, e isso inclui várias áreas da sua vida como cuidar da sua saúde física, mental, social e espiritual.

É cuidar das suas emoções, investir na qualidade de suas relações. Investir em você.  É justamente aí, nessa definição do autocuidado que muitas pessoas podem pensar que podem se tornar egoístas se começarem a priorizar suas necessidades.

Quando começamos a dar uma maior atenção as nossas questões nas diversas áreas da nossa vida, melhoramos o relacionamento com a gente mesmo e com os outros. O fato de você se cuidar não significa que você irá excluir as pessoas da sua vida. Essa não é a "proposta" do autocuidado.

Você pode cuidar de si, do outro e também convidar as outras pessoas a fazerem o  mesmo por elas.

 O autocuidado é um direito de todo ser humano

É direito seu ter condições para cuidar da sua saúde física, mental e espiritual. É direito seu priorizar suas necessidades para  ter saúde e bem-estar, portanto, autocuidado não é frescura ou uma obrigação, pelo contrário, é um direito e uma necessidade de todo ser humano.

  Quais os benefícios do autocuidado?

Os benefícios do autocuidado são diversos. Entre eles estão:

- Maior consciência dos seus sentimentos e comportamentos;

- Melhora da autoestima;

- Desenvolvimento da autoconfiança;

- Relacionamentos mais saudáveis; 

- Melhora nas áreas física, emocional e espiritual;

- Maior desempenho no trabalho.

Como praticar o autocuidado?

Para praticar o autocuidado, lembre-se que você precisa investir no seu autoconhecimento, ou seja, ter consciência do que você precisa, do que realmente é importante para você.

As atividades de autocuidado devem visar suas necessidades e não devem ser vistas como uma obrigação, mas como algo que você realiza porque é um direito seu e que lhe incentive a cuidar da sua saúde.

Abaixo listamos algumas dicas que você precisa ficar atenta na hora de selecionar suas atividades de autocuidado:

- Liste quais áreas da sua vida você está precisando dar uma atenção maior;

- Separe um tempo para colocar em prática sua rotina de autocuidado durante a semana;

- Comece com pequenas ações que podem fazer a diferença na sua vida.

 Lembrem-se: as ações de autocuidado que você estabelecer para sua rotina deve corresponder com suas condições.  Por exemplo, se no momento não dá para frequentar uma academia, que tal optar por uma caminhada? Você pode exercitar sua criatividade e realizar as adaptações necessárias.

O importante é que você esteja cuidando de si,de forma leve, agradável e saudável, e que tais atitudes de autocuidado te leve a estar de bem consigo mesma e com as pessoas que fazem parte da sua vida!

 

 

Adriana Fernandes
Author: Adriana FernandesWebsite: http://adrianafernandes.com.br
Psicóloga.CRP 04/39812 Apaixonada por livros e poesia.