Vida e Carreira

Tendências de profissão: quais as funções do futuro?

Novas tecnologias e formatos de trabalho mudaram o mercado. Saiba como acompanhar.
Tempo de leitura: 4 minutos

O mundo muda muito rapidamente e o mercado de trabalho também se transforma. Afinal, com novas tecnologias, surgem novas necessidades e outras preocupações, fazendo com que algumas áreas despontem como soluções para a nova realidade vivida pela sociedade.

Veja também

- Transição de carreira: como saber se é hora de mudar o rumo da vida profissional?
- 7 dicas para aumentar a sua produtividade sem stresse
- O que é cultura empresarial?

Dessa maneira, existem diversos trabalhos que podemos chamar de “funções do futuro”, que estão relacionados a novos desafios enfrentados pelas pessoas. E engana-se quem pensa que, por novas profissões serem tendência, prestar concurso será algo do passado. Muitas dessas áreas são essenciais para o governo, além de exigirem conhecimento técnico avançado. 

As áreas e funções do futuro

De maneira geral, a maior parte dos setores de trabalho vão continuar existindo no futuro, mas passando por mudanças e adequações à nova realidade. Entretanto, há também aquelas áreas já conhecidas que ganharão destaque no futuro e, ainda, outros tipos de trabalho que ainda não foram criados.

Entre as áreas apontadas como tendência, é possível citar algumas, como:

- Sustentabilidade:
Voltada a melhores práticas de produção e manutenção da natureza;

-
Saúde e qualidade de vida:
Melhorias e soluções para tornar o cuidado com a saúde mais acessível, tanto para pessoas como para instituições;

-
Tecnologia da informação:
Uso de dados, desenvolvimento de novas tecnologias, e outras funções relativas à inovação;

-
Recursos humanos:
Novos formatos de trabalho e mudanças em estruturas pedem profissionais cada vez mais qualificados na área;

-
Infraestrutura:
Tanto física como tecnológica, a infraestrutura é setor importante da economia e seguirá como tendência; 

-
Direito e ética:
Realidades diferentes e mudanças no dia-a-dia das pessoas criam novas necessidades dentro do estudo do Direito e da ética.

Como é possível notar, a maior parte das áreas de atuação mais promissoras já existem, mas ganharão ainda mais importância por conseguirem solucionar as novas questões da sociedade, onde, é claro, o governo tem papel importantíssimo. Por isso, prestar concurso para cargos públicos não será, como muitos dizem, uma prática ultrapassada. 

Prestar concurso para profissões do futuro? Sim!

Sustentabilidade, ética, análise de dados e tecnologia da informação. Essas são apenas algumas das funções do futuro que serão necessárias para os órgãos governamentais no futuro. Por isso, prestar concurso ainda pode ser o foco de muitas pessoas que querem ter uma vida mais estável, com funções adequadas à sua área de formação.

Algumas profissões do futuro para quem pensa em prestar concurso: 

Detetive de dados

Profissional que faz a análise de dados de pesquisas, finanças, segurança, entre outros. É imprescindível para o governo, pois decisões importantes precisam ser tomadas a partir de dados concretos. Para trabalhar com isso, é indicada formação em tecnologia. 

Profissional de Ética

Preparado para analisar informações, documentos, contratos, finanças, entre outros detalhes, a fim de encontrar o melhor caminho a ser seguido em uma negociação. Também pode contribuir em casos de investigação de conduta, por exemplo. Esse profissional pode ser formado em Direito e outras áreas de Gestão e Administração. 

Profissional de saúde assistida

Com foco em tratamentos e cuidados de bem-estar, esse profissional pode atuar em hospitais e clínicas do governo, auxiliando pacientes com ajuda da tecnologia. Para isso, precisa ter conhecimento na área de saúde (como enfermagem ou medicina) e tecnologia, para análise de dados. 

Gestão e produtividade

Tornar o mecanismo público mais produtivo é um dos grandes desafios da atualidade, mas, com tecnologias e novas organizações de trabalho, é possível impulsionar o trabalho desse setor. Dessa forma, prestar concurso para cargos de gestão, contribuindo com esse desenvolvimento, é uma ótima opção. 

Promotor de diversidade

O tema, cada vez mais em alta na sociedade, nem sempre é abordado corretamente pelos serviços públicos e de atendimento à população. O profissional de diversidade realiza treinamento, capacitação e promove projetos que tornem a diversidade algo mais presente no dia-a-dia das pessoas. Para isso, pode-se ter formação em Direito, ética, gestão, sociologia e outras áreas das Ciências Humanas. 

Esses são apenas alguns exemplos, mas são muitas as 'profissões do futuro' que oferecem grandes oportunidades para aqueles profissionais que desejam prestar concurso público para atuar nessas áreas, sempre adequando as funções às novas realidades e necessidades da sociedade. 

 

...

Author: Henrique Morgani - Colaboração para MundoZ!

Topo