Vida e Carreira

15 maneiras para ganhar uma renda extra todos os meses

As despesas estão cada vez mais altas e o aumento do salário ainda nem despontou no horizonte? Renda extra pode te ajudar.
Tempo de leitura: 10 minutos

São Paulo – Se as contas ainda insistem em não fechar no fim do mês e você já fez de tudo para implementar todas as dicas de como economizar, cortando cada vez mais os gastos, a alternativa pode estar em aumentar a receita. Entretanto, se a estratégia para conseguir aquele aumento na empresa onde você trabalha também não está dando resultado, seria interessante começar a pensar fora da caixa para conseguir uma forma de renda extra.

RELACIONADO: Como criar uma fonte de renda extra, mesmo que você esteja sem dinheiro

Quem sabe você tenha alguma aptidão natural, que alguns preferem chamar de talento e que desperte a curiosidade dos outros, isso poderia ser uma maneira legal de criar uma atividade que você poderia desempenhar sem comprometer seu emprego atual, podendo lhe render algum dinheiro a mais no final do mês, uma renda extra.

Com a ascensão da economia colaborativa, muitas empresas que seguem esse modelo, tais como Airbnb e mesmo a Uber, podem ajudar você a conseguir uma renda extra. Essas empresas inovadoras ligam grupos de pessoas que compartilhem bens, como o automóvel, em troca de uma pequena remuneração, a outros grupos de pessoas que estão dispostas a pagar para ter acesso ou usufruir desses bens, e isso acontece porque geralmente os valores cobrados são compensadores para os dois lados.

Assim como vamos mostrar neste artigo sobre renda extra, essas empresas não chegaram a reinventar a roda, mas foram capazes de lançar um olhar muito aguçado sobre os mercados, principalmente de países emergentes, como Brasil, Índia e China, e dessa forma criaram novos segmentos econômicos, facilitando para que grupos de pessoas com interesses em comum possam se comunicar de maneira extremamente ágil.

Mas como nem tudo são flores e como todo mundo precisa ganhar o seu, essas empresas cobram o delas, através do que poderíamos chamar de 'taxa de intermediação', algo justo, já que elas oferecem toda a estrutura para que diversos grupos de pessoas possam se comunicar rapidamente e de forma minimamente confiável.

Embora nem sempre seja tarefa tão fácil assim e, um bom exemplo disso é o maior MarketPlace da América Latina, o Mercado Livre, você pode fazer uma boa grana por lá, quem sabe até vendendo seus artesanatos, o lado ruim é que para atingir um bom volume de vendas você precisa obter reputação e para obter reputação você precisa vender. O ponto cinza nesse modelo de validação do ML é que sem vendas, sem reputação, e sem reputação, sem vendas...

Mas não desanime, existem 1001 uma formas de se gerar uma renda extra e nós vamos apresentar algumas menos, digamos, burocráticas do que o tal marketplace supra citado. =D

Vamos lá! 15 formas de criar uma renda extra em 2021.

1) Você pode criar renda extra alugando sua casa ou apartamento, ou a garagem

Talvez essa seja uma das mais antigas formas de se criar renda extra. Porém, o Airbnb veio para trazer mais dinamismo a este segmento, agora, você não precisa mais correr atrás das imobiliárias para conseguir alguns bons inquilinos ou hóspedes de temporada, tudo está muito mais fácil. E como se não bastasse, em alguns casos você só precisa ter um sofá se quiser se candidatar como anfitrião através do Airbnb. Sim, isso é verdade.

Renda extra através de aluguel pode começar com R$ 36,00, este é o preço mínimo da diária, estipulado pelo Airbnb, podendo ultrapassar os R$ 400.000,00, este seria o valor cobrado pelo aluguel de 30 dias em uma das hospedagens mais caras do Airbnb aqui mesmo no Brasil, um apartamento na Gávea, no Rio de Janeiro, onde a diária passa dos R$ 10.000,00.

Para se ter uma pequena ideia da renda média que se pode obter, o preço médio de uma diária fora da alta temporada, em São Paulo, pode chegar a R$ 207,00, então se você tiver apenas um hóspede por pelo menos uma semana do mês, sua renda extra pode chegar a R$ 1.449,00. Embora esse valor não contabilize os custos com limpeza, internet e alimentação.

Sobre: renda extra

2) Entre para o lucrativo negócio de 'transporte de pessoas' e tenha uma renda extra

Talvez possamos considerar o Uber como a forma de renda extra mais conhecida da nossa lista. Já que qualquer pessoa que possua uma CNH profissional, um smartphone e um carro de quatro portas fabricado a partir de 2008, com 5 lugares e ar-condicionado, já pode se tornar um glorioso motorista Uber.

Mas é claro que, antes de serem aceitos na plataforma, os candidatos precisam passar por uma checagem de seus antecedentes criminais, além de uma análise pessoal, onde os critérios de avaliação não são divulgados pela empresa.

Já, se você quiser se candidatar a categoria de UberBlack, existem mais restrições e exigências, como por exemplo, o automóvel precisa ser da cor preta, contar com bancos de couro, devendo ainda ter sido fabricado a partir de 2012. Além disso, existem especificações a cerca dos modelos que são aceitos.

Sendo que, a Uber cobra do motorista uma taxa de 20% do valor recebido no UberBlack e 25% no UberX.

O rendimento mensal depende muito da quantidade de horas trabalhadas, mas a Uber disponibiliza uma ferramenta que permite fazer uma estimativa do faturamento. A ferramenta mostra que no UberX durante quatro horas ao dia, cinco vezes por semana, o faturamento mensal chega a R$ 1.948,00, já com o desconto da taxa cobrada pelo Uber, embora não considerando a despesa de manutenção do automóvel.

Sobre: renda extra

3) Para gerar renda extra você também pode alugar seu automóvel

Mas se você não é daqueles que adoram dirigir, uma outra maneira de usar o seu carro para fazer renda extra é alugando ele a terceiros, através de sites como o Fleety.

Para fazer seu cadastro no Fleety, basta apenas responder a um questionário informando seus dados pessoais e dados do veículo, além de informar o valor do aluguel por hora, semana e mês. Depois disso basta aguardar os contatos dos interessados.

Os preços de aluguel dos carros oferecidos na plataforma costumam variar entre $ 5 e $ 50 por hora, sendo que quanto maior a sofisticação do veículo, maior também o preço que se pode cobrar. O Fleety cobra 20% de taxa sobre o valor do aluguel, o que inclui assistência 24 horas e seguro contra roubo, morte, invalidez, além de acidentes.

Se considerarmos o preço médio cobrado por hora de um aluguel de R$ 27,50, se você alugar seu veículo por 2 horas por dia, dá para receber belos R$ 1.320,00 ao final do mês, já descontando a taxa cobrada pela plataforma.

Um outro site que também oferece anúncios de carros para aluguel é o Pegcar, a plataforma cobra taxa de 10% em cima do valor do aluguel. Eles ainda oferecem seguro, assistência 24 horas, além de suporte para os usuários fazerem pagamento online.

Sobre: renda extra

4) Ofereça uma carona à alguém, isso também pode gerar renda extra

Para quem gosta de viajar ou que viaja a trabalho com seu próprio automóvel e sempre tem aquele assento vazio, essa é outra maneira bacana de criar uma renda extra no fim do mês.

Existem plataformas como o BlaBlaCar que fazem a ponte entre motoristas e pessoas que buscam caronas. Sendo que a plataforma deixa bem claro que a missão deles não é exatamente gerar lucro com caronas, mas sim reduzir os custos dos usuários.

Para você fazer seu cadastro na plataforma do BlaBlaCar, é só informar o itinerário, data e hora da viagem, além de solicitar uma pequena ajuda nos custos da viagem para os passageiros. A reserva pode ser aprovada automaticamente, sendo que o viajante faz o pagamento diretamente ao dono do veículo.

Para se ter uma ideia, em viagens como São Paulo-Rio de Janeiro pode ser cobrado em torno de R$ 60,00 por cada passageiro, já o trecho São Paulo-Guarujá pode custar R$ 10,00.

Sobre: renda extra

5) Se você precisa de  renda extra e não quer alugar seu carro, pode alugar qualquer coisa, como uma prancha de surf...

Hoje existem muitas plataformas que fazem a conexão entre pessoas que necessitam de um determinado objeto, como, por exemplo, uma câmera fotográfica ou uma peça de roupa, a pessoas que aceitam fornecer isso em troca de uma renda extra.

Na plataforma do Alooga, é possível oferecer para alugar: câmeras, sobretudos, drones e qualquer coisa que sua imaginação permitir. Os valores são definidos pelo proprietário. Um controle de XBox, pode ser alugado por R$ 7,00, já a diária de uma Canon 6D chega a custar R$ 160,00. O Alooga cobra taxa de 15% mais R$ 0,30 centavos por cada transação.

Já no Rent for All, outra plataforma de aluguel de 'bugigangas úteis', também disponibiliza objetos para aluguel, tais como artigos para casa e escritório, itens para festas, eventos e acessórios, chegando até a vestidos de luxo. Eles têm planos de assinatura que podem chegar até a R$ 90,00 por mês. Somente o primeiro anúncio inserido na plataforma é de graça.

Por exemplo, um aparador para festas, pode ser alugado por R$ 62,50 e um balcão sai por R$ 200,00. A tal prancha de surf pode ser alugada por uns R$ 150,00 ao dia, uma cama elástica saí por R$ 30,00 a hora.

Sobre: renda extra

6) Ganhe uma renda extra trazendo encomendas de viagem

Essa também é para quem adora viajar para o exterior com certa frequência e já está habituado com as encomendas dos amigos e colegas de trabalho, vizinhos... dá pra começar a cobrar por este trabalho, sabia? Porque bater perna para conseguir aquele produto de beleza exclusivo que a cunhada da irmã da sua prima 'encomendou' nem sempre é uma tarefa fácil.

Se você curti essa ideia, mas ainda não está muito confortável para começar a cobrar por esse tipo de tarefa, também existem plataformas online que se encarregam disso para você.

O Stuff in Bag, por exemplo, você informa sua viagem se colocando à disposição para fazer compras de alguns produtos para alguém. Sendo que do outro lado, os usuários fazem suas encomendas informando o valor máximo que querem pagar pelo produto. Dessa forma, você pode trazer a encomenda caso encontre o item solicitado dentro do valor estipulado pelo usuário.

Os valores cobrados pelo serviço de encomenda pedem oscilar de acordo com o produto. Sendo que os preços sugeridos pela plataforma costumam variar entre $10 para itens com um quilo, trazidos numa viagem de quatro horas, até $33 para itens de 10 quilos em viagens de até 18 horas. A plataforma cobra comissão de 7% sobre cada transação.

Sobre: renda extra

7) Você também pode alugar sua bike ou a prancha, lembra? Renda extra sem complicação

Se sua bike anda meio parada ou você anda sem tempo para pegar onda. Uma boa forma de fazer uma renda extra pode estar na plataforma do Spinlister, onde você pode anunciar bikes, equipamentos para surf, além de esqui e qualquer outra coisa relacionada.

Tudo o que você precisa fazer é fornecer os dados do equipamento disponível. Antes de ter o cadastrado aprovado, o anúncio será analisado pela equipe do site. Na sequência você receberá contatos das pessoas interessadas em alugar seu equipamento. Os usuários fazem o pagamento do valor do aluguel para a plataforma que depois repassa o valor a você, após o fim do prazo de reserva.

A plataforma cobra uma taxa de 17,5% em cima do valor do aluguel, sendo que no caso de roubo ou avarias, eles garantem o reembolso ao proprietário, de até $10.000,00 para as bikes, $ 2.000,00 para as pranchas de surf, além de 1.000 dólares para esquis e snowboards.

Você mesmo define o preço do aluguel do seu equipamento, mas a plataforma sugere que para uma bicicleta o valor mínimo seja de $7 a hora ou $20 por dia e 100 dólares por semana.

Um valor médio de aluguel de bicicleta no Rio de Janeiro pode sair por $15 ao dia, ou R$ 54,00 - a depender da cotação do dólar na data. Para você ter uma ideia, se alugar sua bike dois dias 2 por semana, ou ainda 8 dias ao mês, sua renda extra pode ser de até R$ 356,40 bruto.

Sobre: renda extra

8)  Renda extra mostrando seu talento no futebol

Para aqueles que gostam de jogar como goleiro, e sempre era o herói que salvava o time nas peladas, sem receber nada em troca, além de tapinhas nas costas, saiba que sua vida de atleta pode sofrer uma reviravolta emocionante. Na startup Goleiro de Aluguel você pode se conectar com times que buscam... goleiros para peladas de fim de semana, e tudo isso em troca de uma boa graninha, óbvio.

A equipe de futebol que estiver precisando de goleiro paga R$ 30,00 em cada partida disputada, sendo que R$ 18,00 ficam para você, o goleiro, o resto vai para a plataforma, seu 'empresário'. Mas não acaba por aí, a plataforma ainda repassa parte de valor para alguns projetos sociais. Depois de participar de pelo menos 3 partidas por semana você já pode angariar uma bela renda extra de uns R$ 216,00. Talvez esse valor não seja tudo aquilo que você sonhou para a sua gloriosa carreira de atleta, mas quem estava pagando para jogar, pode ser bem interessante.

Se você candidatar, é só visitar o site da (plataforma) Goleiro, preencher seu cadastro com nome, telefone, e-mail, RG, CPF, altura e peso. Depois disso você já poderá receber em seu WhatsApp algumas convocações aleatórias ou quem sabe até especiais, dependendo da região onde você atuar. Você mesmo receberá o valor acertado, após o jogo, e depois você repassa a parte da (plataforma) Goleiro de Aluguel.

Porém, a Goleiro de Aluguel ainda não tem demanda para goleiras, justamente porque, segundo sua assessoria da empresa, a demanda é muito baixa.

Sobre: renda extra

9) Cuidar de um cachorro também pode lhe render uma boa renda extra

Essa atividade de renda extra já é bem conhecida por aqui, e é óbvio que já existe uma plataforma online onde donos de cachorros e cuidadores podem se conectar com mais facilidade.

Na Dog Hero o anfitrião, é assim que eles chamam o cuidador, precisa concordar em ter uma forma de comunicação direta com o dono do animal durante todo o tempo da hospedagem, devendo manter uma rotina de alimentação e de passeio com o pet. A DogHero cobra taxa de 25% do valor da hospedagem.

Visitando o site da DogHero você pode encontrar diárias que oscilam entre R$ 40,00 e R$ 80,00, então se você for anfitrião de um cachorro por 15 dias, pode fazer uma renda extra de nada mais, nada menos do que R$ 900,00. Uau!

Na PetHub você também pode anunciar casas para hospedar pets por valores que começam em R$ 25,00 o pernoite. Sendo que você pode cobrar o valor que achar justo pelo seu serviço, já a PetHub cobra do anfitrião taxa de 15% sobre o valor do aluguel.

Nos dois sites, os clientes podem avaliar os anfitriões. Dessa forma, quanto melhor a avaliação, maiores serão as oportunidades de conseguir mais clientes e por valores mais altos também.

Sobre: renda extra

10) Alugar a vaga da garagem também é estratégia de renda extra

Em sua descrição, ezPark, um site de aluguel de vagas de garagem sugere que você pode: “Ter uma renda extra sem fazer nada. Ou melhor, você só precisa fazer seu cadastro, via app, e em 2 minutos e 17 segundos você já estará apto a ter uma renda extra com sua vaga de garagem”. Isso é quase a essência do capitalismo, fazer dinheiro do nada.

Claro que você não precisa necessariamente de uma plataforma de terceiros para alugar sua vaga de garagem, e nem mesmo pagar a taxa cobrada pelo tal site, porém, o ezPark afirma que eles têm diferenciais importantes no serviço, tais como o seguro oferecido e uma rede de indicadores que avaliam os usuários para você.

Você mesmo define o preço que achar justo pela sua vaga, além da disponibilidade. Num artigo da revista QuatroRodas um usuário relatou que chegou a faturar R$ 400,00 num mês com o aluguel da sua vaga em Pinheiros, na cidade de São Paulo. A plataforma cobra uma taxa em cima da transação que pode variar de 10% a 30% do valor do aluguel.

Já o ParkingAki também atua no mesmo mercado usando conceito idêntico e cobra apenas 10% do valor da diária recebida pelo proprietário da garagem. Sendo que a demanda tem sido grande por ocasião de eventos, como shows e jogos de futebol. Uma vaga localizada no Itaim Bibi, pode ser encontrada por R$ 15,00 a hora. Já se a vaga for ocupada por 10 horas num final de semana, o proprietário pode ter uma renda extra de R$ 600,00 por mês.

Sobre: renda extra

11) Escreva artigos para blogs em troca de  renda extra

No Upwork você pode fazer uma renda extra oferecendo os mais variados tipos de serviços no meio digitai.

Segundo a plataforma: “Qualquer trabalho que você possa fazer em seu computador pode ser oferecida no Upwork. Se alguém precisa de um bom escritor de conteúdo para blogs, ou precisa de uma equipe de desenvolvimento de software 24 horas por dia, sete dias da semana para desenvolver um app ou mesmo criar um site, pode encontrar profissionais para isso no Upwork dispostos a apoiarem sua ideia.”.

Se você tem interesse em oferecer seus serviços no UpWork basta fazer seu cadastro no site, de forma gratuita, e criar sua própria página na plataforma para apresentar aos potenciais clientes tudo o que você pode fazer, enfatizando suas habilidades, histórico profissional e formação.

Depois de cadastrado, seu perfil estará disponível para acessos entre os mais de 2 milhões de usuários da plataforma. Lembrando que quanto melhores forem suas referências e seus trabalhos, maiores chances você terá para conseguir novos jobs por um valor mais alto. A taxa cobrada pela UpWork é de 10% em cima do valor do serviço prestado.

Sobre: renda extra

12) Para ter uma  renda extra você ainda pode fazer qualquer outro trabalho

Muito parecido com o Upwork, o Freelancer oferece a oportunidade para que os usuários façam diversos tipos de trabalhos. É só fazer o cadastro de forma gratuita e criar seu perfil, selecionando as habilidades que você tem e apresentando seu currículo.

Em projetos com preço fixo, o site cobra uma taxa de 10% ou $5 canadenses. Sendo que se você receber um pagamento maior ao acertado inicialmente, também é cobrado uma taxa sobre esse valor a mais. Já nos projetos cobrados por hora, a taxa é de 10% sobre cada pagamento que você receber.

Entre os trabalhos buscados pelos usuários do Freelancer você pode encontrar: desenvolvimento de aplicativos para iPhone, com preço em torno de R$ 2.464,00, mockups - modelos de objetos - feitos no Photoshop por R$ 929,00, ou mesmo desenvolver um artigo de forma adequada R$ 344,00.

Sobre: renda extra

13)  Renda extra ajudando os gringos a resolver 'problemas'

Alguns sites como o HackerOne, CrowdSecurity, Bugcrowd, Bugs4Bounty, CrowdTest e Synack divulgam iniciativas criadas por algumas empresas de tecnologia onde são oferecidas recompensas para quem encontrar bugs em seus sites, aplicativos e sistemas.

Essas empresas, precisam testar seus sites e apps, e para isso esperam que hackers façam ataques previamente agendados, e pagam um certo valor para cada bug encontrado. Segundo definem as empresas, os pagamentos seguem a modalidade "pay per bug", o que significa que você será pago por cada defeito que conseguir encontrar, sendo que quanto mais grave o bug maior o pagamento.

Segundo matérias de sites especializados em tecnologia, como o Business Insider e o The Penny Hoarder, os pagamentos começam em 25 dólares, mas podem oscilar entre $ 500 e $ 1.000, podendo chegar a valores bem mais elevados. Só para você ter uma ideia, o Google pode pagar mais de 20 mil dólares pelos piores bugs encontrados.

Essas plataformas de intermediação cobram taxas em cima do valor recebido pelo bug que você encontrar e podem chegar a 20%, como é o caso do HackerOne.

Sobre: renda extra

14) Que tal testar aplicativos, sistemas e sites para fazer uma renda extra

O site "Testa Isso" paga para que os usuários façam testes em aplicativos. Testes como usabilidade de sites e sistemas, por exemplo. Segundo o "Testa Isso", a plataforma conta com empresas que remuneram os usuários para que clientes ocultos encontrem os principais problemas que os consumidores enfrentam na hora de finalizar uma compra, por exemplo.

Os testadores interessados podem ser pessoas com grande experiência em programação, ou mesmo iniciantes no mundo online. Para fazer o cadastro, você deve ter um computador, internet banda larga e microfone, idade mínima de 16 anos e precisa gravar a tela do seu computador, além de fazer gravações de voz.

Depois de se cadastrar, você será submetido a um teste que visa comprovar sua capacidade, e dependendo do resultado, receberá avisos via e-mail para fazer os testes de sistemas. Não existe nenhuma taxa de inscrição, e você recebe cerca de R$20,00 por cada teste concluído.

Sobre: renda extra

15) Trabalhe como guia turístico e gere uma boa renda extra

Se está com muito tempo livre, também pode fazer uma renda extra como guia turístico amador. E, claro que existe uma plataforma online que pode te ajudar a encontrar clientes em potencial. No Rent a Local Friend, você pode se cadastrar, bastando criar seu perfil informando quais os idiomas que você fala e os quais os interesses que você pode atender, tais como gastronomia, cultura ou compras.

Os detalhes sobre os passeios, meios de transporte, os custos com entradas em atrações, além de refeições, podem ser acertados entre os usuários da plataforma e o guia. Para se ter uma ideia, em São Paulo o valor desse serviço pode variar entre R$ 34,00 e R$ 500,00, sendo que a plataforma cobra do turista uma taxa de 30% sobre esse preço acertado.

Sobre: renda extra

16) Renda extra na gastronomia. Ofereça seus dotes culinários para turistas

No site Meal Sharing você pode receber gente do mundo inteiro para fazer uma refeição na sua casa. Os preços são definidos por você mesmo, assim como o cardápio oferecido. “Faça uma renda extra reunindo em sua mesa convidados interessantes. Algo simples ou extravagante, a decisão sobre ganhar uma renda extra na cozinha é sua.”, diz o Meal Sharing.

Sobre: renda extra

18) Arte em troca de renda extra - Venda produtos artesanais

Se você é o tipo de pessoa que possui um talento especial para transformar qualquer coisa em outra coisa só que dessa vez bem mais legal como bijuterias, lembranças de maternidade, bolsas ou quem sabe até móveis, seu talento pode lhe render uma boa renda extra.

E se você quiser oferecer seu artesanato para um público maior do que apenas os conhecidos, existem alguns sites que oferecem vitrines online. O mais conhecido é o Elo7, focado em compra e venda de itens artesanais e personalizados contando com mais de 4 milhões de visitas por mês.

O Elo7 cobra uma taxa de 12% sobre o valor da venda, e já inclui os custos dos meios de pagamento, além de oferecer descontos que vão até 50% no frete pelo Correio.

Sobre: renda extra

19) Torne-se um especialista em marketing digital

Se você não se identificou com nenhuma das alternativas citadas aí em cima, tranquilo, você ainda pode entrar para o mercado que mais cresce no mundo e que não requer nada muito além de um computador barato e algumas horas de dedicação diária.

O mercado do chamado marketing digital está facilitando que qualquer pessoa em qualquer lugar do mundo, apenas com uma conexão de internet, que nem mesmo precisa ser banda larga, e um computador simples consigam fazer uma renda extra todos os meses.

Para você ter uma ideia, existem sites onde você consegue comissões de até 50% com a venda de produtos que vão desde R$ 50,00 até R$ 6.000,00. Então, para você começar a fazer uma renda extra todos os meses você não precisa mover mundos e fundos, precisa apenas aprender a usar melhor os contatos que você já em suas redes sociais.

Neste artigo aqui nós falamos mais sobre como e, porque você também deveria entrar nessa onda que já está sendo considerada a nova revolução industrial. Boa leitura!

tags: renda extra, renda extra mensal, renda extra internet, renda extra fácil, renda extra final de semana,  renda extra trabalho, renda extra especialista,  renda extra guia, renda extra aplicativos,  renda extra sites, renda extra sistema, renda extra uber, renda extra aluguel, renda extra blog, renda extra estratégia

 

Author: Vida e Carreira

Gostou desse artigo? Compartilhe com seus amigos.

Topo