• Pesquisar
  • Abrir menu

Sete coisas para saber sobre cryptomoedas 

Vamos descobrir o que são criptomoedas, como comprar e como se proteger de armadilhas.
Tempo de leitura: 6 minutos
Sete coisas para saber sobre cryptomoedas 

As criptomoedas permitem que você adquira bens e serviços e até mesmo possa comprá-las para depois para depois obter lucro com a valorização.

Então, vamos direto ao ponto.

1 - O que é uma criptomoeda?

Uma criptomoeda é uma forma de pagamento que pode circular sem a necessidade de uma autoridade monetária central, como um governo ou banco central. Em vez disso, as criptomoedas são criadas através de ‘técnicas criptográficas’ que permitem às pessoas comprar, vender ou negociá-las com total segurança.

As criptomoedas podem ser trocadas por bens ou serviços, embora sejam frequentemente usadas como ‘ativos’ de investimento. A criptomoeda também é uma parte fundamental da operação de algumas redes financeiras descentralizadas, e nessas redes os tokens digitais agem como uma ferramenta importante para a realização de transações.

A criptomoeda mais popular, o Bitcoin, tem um preço que é o que podemos chamar de ‘historicamente volátil’. Em 2021, atingiu o recorde histórico sendo negociado acima de dos 65.000 dólares, antes de voltar ao preço médio. (Aqui você pode ver o preço atual do Bitcoin).

2 - Como faço para investir em criptomoeda?

Algumas criptomoedas, incluindo o Bitcoin, estão disponíveis para serem compradas em dólares ou na moeda local onde o comprador estiver, mas outras exigem que você pague com bitcoins ou ainda com outra criptomoeda.

Para comprar criptomoedas, você precisará de uma “carteira”, que nesse meio é conhecida como wallet (carteira) - uma wallet é aplicativo online onde você pode guardar suas moedas. Geralmente, você cria uma conta em uma exchange (uma espécie de corretora de cryptomoedas) e pode transferir seu dinheiro real para esta corretora e depois comprar as criptomoedas como Bitcoin ou Ethereum, por exemplo.

Quais corretores vendem criptomoedas?

Para aqueles que estão mais acostumados com as contas de corretagem tradicionais, existem algumas corretoras online que oferecem a venda de criptomoedas e também de ações.  

Se você está procurando uma corretora que opere exclusivamente no mundo das criptomoedas, procure pelas exchanges. Plataformas como Binance, Coinbase, Gemini e Kraken, não darão acesso àqueles ativos tradicionais como ações e títulos, mas geralmente têm um mix muito maior de criptomoedas e mais opções de carteiras (wallets).

3 - Quantas criptomoedas existem? E quanto elas valem?

Hoje, cerca de 16.000 criptomoedas são negociadas no mercado, de acordo com o CoinMarketCap.com, um site de pesquisa de mercado especializado em cryptoativos. E esse número de criptomoedas continua a crescer. O valor total de todas as criptomoedas  - em 23 de dezembro de 2021 - era de cerca de 2,3 trilhões de dólares, tendo registrado uma alta histórica acima dos 2,9 trilhões de dólares há algumas semanas.

As melhores criptomoedas em capitalização de mercado

Estas são as 10 maiores criptomoedas  categorizadas por capitalização de mercado, conforme apurado pela CoinMarketCap.

Cryptomoeda

Capitalização de mercado

Bitcoin

$923.2 billion

Ethereum

$470.6 billion

Binance Coin

$88.6 billion

Tether

$77.4 billion

Solana

$56 billion

XRP

$46.6 billion

Cardano

$46 billion

USD Coin

$42.4 billion

Terra

$34.1 billion

Avalanche

$29.3 billion


Dados atualizados em 23 de dezembro de 2021.

4 - Por que as criptomoedas são tão procuradas?

As pessoas investem em criptomoedas por diversos motivos e estes são alguns dos mais interessantes:

Os holders

Os entusiastas veem as criptomoedas como o Bitcoin, por exemplo, como a moeda do futuro e estão correndo para comprar agora, provavelmente antes que se tornem ainda mais valiosas.

Os idealistas

Alguns defensores desse tipo de ativo digital gostam do fato de que as criptomoedas impedem os bancos centrais de controlar a demanda de moeda no mundo, uma vez que, com o tempo, esses bancos tendem a reduzir o valor das moedas fiduciárias (o dinheiro tradicional) usando o processo inflacionário.

O pessoal da tecnologia

Já, outros seguidores apenas gostam da tecnologia que está por trás das criptomoedas, o blockchain, porque trata-se de um sistema descentralizado de processamento e registro de dados que pode ser mais seguro do que os sistemas de pagamento usuais.

Os especuladores

Outros especuladores gostam das criptomoedas porque seu valor está aumentando, mas eles não estão preocupados  com a aceitação das moedas como forma de movimentar dinheiro a longo prazo. Eles usam a volatilidade desse mercado para fazer dinheiro agora.

5 - As criptomoedas são um bom investimento?

As criptomoedas podem sim se valorizar muito, mas muitos investidores (os especuladores) veem esses ativos como mero mecanismo de especulação financeira e não como investimento real. E porque? Da mesma forma como as moedas reais, as criptomoedas não geram exatamente um fluxo de caixa’; então, para você lucrar, alguém precisa estar disposto a pagar mais do que você pagou por aquela moeda.

Isso é o que se pode chamar de teoria do investimento, traduzindo, você precisa encontrar alguém mais tolo do que você disposto a pagar mais pelo ativo que você comprou por um preço mais baixo (“o maior tolo”). Tente comparar isso com um negócio bem administrado, que aumenta seu valor ao longo do tempo, aumentando a lucratividade e o fluxo de caixa da operação.

“Para os que enxergam as criptomoedas como o bitcoin como ‘a moeda do futuro’, é preciso ter em mente que uma moeda precisa de estabilidade.”

Algumas personalidades importantes ​​da comunidade de investidores aconselham os investidores a ficarem longe das cryptomoedas. Particularmente o famoso investidor Warren Buffett  que chegou a comparar Bitcoin com cheques de papel:

 “É uma forma muito eficaz de fazer transferência dinheiro e você pode fazer isso de maneira muito simples e rápida. O cheque também é uma forma de circular dinheiro. Mas agora, me diga, os cheques valem muito dinheiro? Só pelo fato de que eles podem transferir dinheiro? "

Para aqueles que veem as criptomoedas, como o Bitcoin, como a moeda do futuro, deve-se observar que uma moeda precisa de estabilidade para que os comerciantes e consumidores possam determinar o que é um preço justo a pagar pelas mercadorias.

E vamos combinar que o Bitcoin e as outras criptomoedas não foram exatamente estáveis ​​durante os últimos dez anos (grande parte de sua história). Por exemplo, enquando o Bitcoin era negociado a cerca de 20.000 dólares em dezembro de 2017, seu valor caiu para cerca de 3.200 dólares apenas um ano mais tarde. E em dezembro de 2020, já estava sendo negociado em níveis recordes novamente.

Essa volatilidade de preços cria um enigma.

Se os bitcoins podem valer muito mais no futuro, é menos provável que as pessoas gastem os bitcoins que elas tem, hoje, e isso inviabiliza a adoção em massa dessa cryptomoeda como moeda. Por que gastar um bitcoin quando ele pode valer três vezes no ano que vem? Agora imagine um país onde o bitcoin é a moeda oficial e a única moeda. O que aconteceria com a economia desse país se todo mundo decidisse guardar seus bitcoins esperando a valorização no ano que vem?

6 - Mas as criptomoedas são legais?

Não há dúvida de que elas são legais na maioria dos países, embora a China tenha essencialmente banido o seu uso e, em última análise, a legalidade das cryptomoedas depende do entendimento que cada país tem sobre esse assunto.

Além disso, ainda precisamos nos certificar de que podemos e sabemos nos proteger de criminosos que enxergam nas criptomoedas uma enorme oportunidade para enganar os investidores. Então, a regra é, cuidado ao negociar, tanto na compra, quanto na venda.

7 - Como faço para me proteger?

Se você deseja comprar uma criptomoeda em um ICO (uma oferta inicial), certifique-se de ler atentamente as letras miúdas no prospecto da empresa que criou e administra aquele ativo digital para obter o máximo de informações possíveis, tais como:

- Quem é o dono da empresa? Se o proprietário é conhecido no mercado, isso já é um sinal positivo.

- Existem grandes investidores que estão investindo naquela cryptomoeda?  Isso também é um ótimo sinal, se outros investidores conhecidos quiserem uma parte da moeda.

- Você terá uma participação na empresa ou terá somente tokens? Isso é muito importante. Possuir a moeda quer dizer que você vai poder participar dos ganhos (você também é um proprietário do negócio), mas se você só puder comprar tokens, isso simplesmente significa que você tem o direito de usar esses tokens, como se fossem fichas num cassino. Percebe a diferença?

- A moeda já está totalmente desenvolvida ou a empresa por trás do projeto está procurando arrecadar dinheiro para continuar?

Veja mais aqui: Como analisar uma cryptomoeda

É muito trabalhoso estruturar um prospecto; então, quanto mais detalhes existirem no documento, maiores as chances de ser um negócio sério. E mesmo assim, apenas a seriedade não significa que a moeda terá sucesso. São duas coisas totalmente distintas e sabem analisar isso requer muito conhecimento do mercado.

Mas, além dessas preocupações, o simples fato de ter a criptomoeda já expõe você ao risco de roubo, pois os hackers nunca param de tentar invadir as redes de computadores (os servidores) onde os seus ativos estão guardados. Para você ter uma ideia, uma importante exchange declarou falência em 2014, depois que hackers roubaram centenas de milhões de dólares em bitcoins.

Lembrando, que você não corre esses riscos caso decida investir em ações ou em alguns fundos nas principais bolsas de valores do mundo.

Então, devo comprar criptomoedas?

A compra de criptomoedas é algo incrivelmente especulativo e volátil, a negociação de ações de empresas estabelecidas é geralmente menos arriscada do que investir em criptomoedas como o Bitcoin, EMBORA a rentabilidade seja muito menor.

Agora é com você, não deixe de ler o nosso outro artigo sobre: Como escolher uma exchange confiável.

...

 

 

 

 

MundoZ! Dinheiro
Author: MundoZ! Dinheiro
As informações de investimento apresentadas nesta página se destinam apenas para fins educacionais. Nós não oferecemos serviços de consultoria ou corretagem e nem recomendamos ou aconselhamos investidores a comprar ou vender qualquer tipo de ativo.