Vida e Carreira

Conheça a importância da Plataforma Lattes para a área acadêmica

A plataforma considerada a porta de entrada para processos seletivos.
Tempo de leitura: 5 minutos
 Plataforma Lattes

Muitos profissionais sabem da importância de terem um currículo bem feito para conquistar uma posição no mercado de trabalho e o modelo mais comum é o vitae, que nada mais é do que um resumo das experiências e trajetórias do candidato. Agora, se você quer entrar para a carreira acadêmica, a ferramenta da plataforma lattes certamente fará você mudar o seu currículo tradicional. 

Quer saber mais e como utilizar essa plataforma? Acompanhe este artigo até o final!

O que é a Plataforma Lattes?

O modelo Lattes surgiu em 1999, é uma modalidade de currículo indicada para estudantes e pesquisadores de todo Brasil. A Plataforma Lattes é um ambiente virtual criado pelo CNPq - Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico e tem como objetivo juntar em apenas um sistema, bases de dados de currículos, grupos de pesquisas e instituições brasileiras.

Além dos currículos, a plataforma disponibiliza informações estatísticas divididas por região, sexo, idade e instituição. Divulgando informações de grande importância sobre programas que incentivam a pesquisa, como bolsas e prêmios.

Sobre a importância da Plataforma Lattes 

Ter um currículo lattes é muito importante para o profissional, dentro do cenário acadêmico pois fortalece as conexões entre instituições de ensino e pesquisadores. A plataforma ainda apresenta facilidade para atualizações, históricos completos e detalhados além de  traduções para a língua ingleza. 

Sendo que o melhor dos benefícios é justamente a grande visibilidade que a ferramenta proporciona aos profissionais, o currículo Lattes, pode ser considerado a porta de entrada para processos seletivos do mercado de trabalho.

A abrangência da Plataforma Lattes

Por ser rica em informações, se tornou indispensável para análises acadêmicas e por ser mais extenso, o currículo lattes carrega todas as informações sobre a carreira profissional de forma detalhada, sendo que o dados inseridos são verificados pelo CNPq, juntamente com diplomas e certificados.

Adotado por instituições de ensino de todo país, o lattes conta com uma abrangência nacional, o que significa que não é necessário preencher vários modelos de currículo, basta ter o lattes para situações acadêmicas e o vitae para uso profissional.

Como usar a Plataforma Lattes?

A plataforma Lattes, conta com milhares de registros nacionais, que vão de estudantes em fase de graduação a professores de equipes docentes. Com a plataforma é possível acessar currículos, dados e estatísticas que estejam ligadas a produção científica do país, podendo ainda ser acessada para pesquisas de corpo docente, equipe de pesquisadores, profissionais qualificados para projetos e instituições de ensino. Bastando para isso, visitar o portal (lattes.cnpq.br) para analisar currículos de profissionais cadastrados, com painéis de dados geográficos e diretórios de pesquisas nacionais.

Como buscar o currículo dos pesquisadores

Realizar uma busca de currículos é muito simples, basta clicar em “Buscar currículo” na página inicial do site, assim que a página  abrir, preencha o campo com as informações solicitadas. Lembre-se de selecionar o nível de experiência e nacionalidade para uma busca mais completa. Feito isso, você terá todas as informações necessárias do pesquisador em questão. Fácil, não é mesmo?

Como montar o Currículo Lattes?

Se você pretende cursar mestrado ou doutorado, será preciso criar um Currículo Lattes, e aqui o foco deve ser na qualidade e devidamente bem escrito, além de ter um bom nível de detalhamento. E pensando nisso, separamos algumas dicas úteis para te ajudar a ter um bom currículo lattes.

1. Cadastro na plataforma

Entre na plataforma Lattes, clique em “cadastrar novo currículo”. Preencha os campos em branco e crie uma senha. Conclua essa etapa clicando no ícone “Próximo”.

2. Informações pessoais

Chegou a hora de incluir todas as informações pessoais, assim como uma foto mais formal. Evite usar selfies! Finalize indo para a próxima aba e informe endereços para contato pessoal e profissional.

3. Formação acadêmica

A etapa mais importante é falar sobre a sua formação acadêmica. Informe tudo detalhadamente E em caso de mestrado ou doutorado é preciso inserir o título da tese juntamente ao nome completo do orientador.

4. Atuação profissional

Insira com atenção todas as suas informações profissionais. Se já atua na área, basta prosseguir com o cadastro.

5. Área de atuação

Por fim, coloque sua área de atuação juntamente com seus conhecimentos em outros idiomas. Insira apenas aqueles sobre os quais tem maior dominio, e não se esqueça de mencionar sobre fluência, leitura, escrita, compreensão e fala.

6. Confirmação de dados

Após preencher todas as informações solicitadas, releia tudo com a máxima atenção, corrija erros, se houver, finalize clicando em “enviar ao CNPq”, e aguarde até 24 horas, para que o currículo esteja disponível no banco de dados

Ademais, atualize seus dados com frequência, após ter feito o cadastro no banco de dados, entre e insira as informações complementares que não foram solicitadas no cadastro inicial.

Se você ainda não tem um currículo Lattes e está na graduação, aproveite essas dicas para começar a montar o seu. Afinal, é por meio dessa plataforma que as vagas costumam ser preenchidas, já que é considerada a porta de entrada para processos seletivos.

 

...

Author: Paula Moraes - Colaboração para MundoZ!

Topo