• Pesquisar
  • Abrir menu

Pensando no futuro: o que vem depois da graduação?

O que é melhor, trabalhar como CLT ou PJ?
Tempo de leitura: 5 minutos
Pensando no futuro

Aquele frio na barriga que você sente na hora de escolher a graduação é bom, pois significa que você sabe que esse é um passo importante para o seu futuro. Pensar sobre o que você gosta de fazer, aliado ao mercado de trabalho e as opções que você terá é essencial, não é mesmo?

Pois vamos te contar que depois da graduação também aparecem dúvidas e decisões a serem tomadas e, apesar de você já ter concluído uma parte importante da formação, e já poder ir em frente na carreira profissional, algumas alternativas podem ser avaliadas para dar continuidade ao seu processo de evolução profissional.  

 

Focando na carreira profissional e deixando a pós graduação para mais tarde

 

É bem comum a pessoa se formar com a gana de seguir logo para o mercado de trabalho, começar uma vida profissional de verdade, e ir alcançando melhores salários.

Mas não é tão fácil assim para todas as pessoas, o sonho de estagiário virar contratado pela empresa muitas vezes não se concretiza e o profissional recém formado fica sem emprego logo após a graduação.

Buscar uma vaga de emprego vai exigir de você um bom currículo para apresentar o que já sabe fazer, é importante considerar todos os estágios que você pôde fazer durante a graduação, os cursos livres que você fez, como os de idioma ou de informática, por exemplo, além de outros pontos que possam representar um diferencial no seu perfil profissional. Muitas empresas gostam de saber se você fez algum trabalho voluntário, se conhece algum tipo diferente de técnica voltada para as atividades que pratica, como linguagens de programação, por exemplo, ou mesmo se você já passou algum tempo no exterior.

 

Um caminho alternativo. Abrindo o seu próprio negócio

 

São muitas as formações que permitem a abertura de um negócio próprio para a prestação dos serviços que você aprendeu na faculdade - e as opções começam com o Microempreendedor Individual (MEI).

O MEI é o tipo de empresa mais simples que existe no Brasil, e permite faturamento de até R$81 mil por ano. Mas calma, ainda há outras limitações, além dessa do faturamento, as profissões que são consideradas de cunho intelectual e que contam com um conselho próprio, como medicina, advocacia ou engenharia, não tem suas atividades permitidas neste modelo.

Mesmo assim, há outros tipos de empresas disponíveis utilizando a tributação do Simples Nacional na modalidade MEI, sendo possível até mesmo que o retorno faça você desistir da carteira assinada e opte por trabalhar por conta própria para sempre.

Isso mesmo que você leu, abrir uma empresa não é um caminho apenas para quem está sem opção de emprego formal, é também uma decisão pela vantagem de remuneração quando comparado CLT x PJ.

Os contratos de trabalho formal, CLT, têm remuneração geralmente menor porque a empresa contratante paga uma série de impostos sobre o valor do salário como o INSS, por exemplo. E você também, dependendo do valor do salário, precisará declarar o seu Imposto de Renda. Já em contratos como Pessoa Jurídica (PJ), você recebe os valores pela sua empresa, e a carga tributária tende a ser reduzida. Além disso, atendendo a clientes diretamente você pode escalar a operação, não ficando restrito a uma carga horária específica dentro de apenas uma empresa, onde você vende o seu tempo em troca de uma remuneração.

 

Pensando em uma carreira sólida: mais estudos pela frente

 

Outra opção que é eleita por muitos recém-formados é a conclusão de outra graduação, que pode ser complementar ou totalmente diferente da primeira. O que acontece é que quando se está acostumado a estudar e manter as atividades profissionais em paralelo é mais fácil dar prosseguimento aos estudos do que depois de um tempo onde você só se dedicou ao trabalho.

Então, se for escolher uma nova graduação, tenha em mente que você pode ir fazendo algum dinheiro com o trabalho em que conseguiu habilitação na primeira formação - e isso pode ser a salvaguarda para que seu caminho profissional evolua.

Além disso tudo, ainda é bem recorrente a escolha de cursos de pós-draduação logo após a formatura. O motivo é parecido com aquele de quem vai fazer uma graduação complementar, aproveitar o embalo dos estudos para seguir alcançando novos níveis de formação.

Escolher a pós-graduação envolve diversos critérios, iniciando com os custos, passando pela qualidade dos professores, envolvendo ainda questões mais práticas como a agenda das aulas, os dias da semana em que você deverá frequentar as aulas.

Apesar de que, muitos cursos de pós-graduação passaram a ser ministrados totalmente no modelo EAD (Educação à Distância), por causa da pandemia e isso, para quem trabalha durante o dia pode ser uma ótima opção por flexibilizar bastante os momentos em que o aluno acessa e cumpre a carga horária proposta.   

 

Juntando a diversão com a formação. Fazer intercâmbio depois da universidade

 

Se você foi muito ativo durante os anos de formação, fez muitos estágios, conheceu muito sobre como funciona a sua área de trabalho e se sente preparado, mas com pouca vivência de mundo, o intercâmbio pode  ser uma ótima opção para você.

Não, você não deixará de ser um profissional cobiçado porque alterou o caminho da carreira durante um breve período. Pelo contrário, as empresas valorizam a contratação de pessoas que têm experiências diferenciadas, considerando isso como um amadurecimento pessoal.

E se você decidir investir num negócio próprio no retorno para o mercado de trabalho, melhor ainda, os clientes também veem com outros olhos aquele profissional que conhece mais do mundo.

É interessante que você possa ter algum tipo de experiência no segmento de mercado no qual se formou, seja como observador, como estudante ou como profissional de fato.

Busque empresas que possam te ajudar no desenvolvimento da sua carreira, muitas delas também podem fazer a ponte com outros profissionais da área.

Seja qual for a sua escolha depois da faculdade, saiba que a carreira profissional é dinâmica e a vida vai mudando seu caminho constantemente, então tome suas decisões com serenidade, a jornada fica bem mais suave dessa maneira.

Veja também

- Soft Skills: o que são e como adquirir
- Profissões do futuro: os 5 melhores empregos que existirão em 2050
- Conheça a importância da Plataforma Lattes para a área acadêmica

...

 

 

MundoZ! Vida e Carreira
Author: MundoZ! Vida e Carreira
Se você gostou do nosso artigo curta, compartilhe com seus amigos. Isso nos ajuda a continuar criando matérias interessantes e conteúdos incríveis para nossos leitores.