• Pesquisar
  • Abrir menu

Roteiro de viagem de 4 dias em Salvador

O que fazer em uma viagem de quatro dias em Salvador? Conheça os melhores lugares para conhecer na capital da Bahia.
Tempo de leitura: 5 minutos.

Como diria uma canção de Dorival Caymmi: se você nunca foi à Bahia, então vá. Não é possível falar do estado baiano sem citar Salvador, cidade histórica que já foi também a primeira capital do Brasil. De fato, Salvador é uma cidade turística que abriga história, cultura, musicalidade, ancestralidade e gastronomia única em um mesmo lugar. Lá, é possível fazer uma visita à emblemática Igreja de Nosso Senhor do Bonfim e até praticar esportes de aventura ou mesmo o bom e velho surf, na Praia do Flamengo.

É da capital baiana que surgiu o axé e o trio elétrico, sendo palco do maior Carnaval do mundo. Cidade pulsante, cheia de vida e banhada pelo mar azul, Salvador é um destino para todo tipo de turista, desde aquele que procura conhecer a história do local até os que só vão para se divertir.

Seja qual for o seu estilo, separamos algumas sugestões de locais para você visitar durante a sua estadia na famosa cidade da alegria.

Conhecer o Centro Histórico

Uma igreja do Centro Histórico de Salvado na Bahia.

Quem ama fazer turismo histórico vai adorar este tipo de passeio. Aqui, é preciso ter um calçado confortável e bastante disposição para conhecer a chamada Cidade Alta, parte mais antiga de Salvador, onde ficam o icônico Pelourinho e o Santo Antônio Além do Carmo.

Você não pode deixar de fora uma ida à Catedral Basílica de Salvador, ao Museu Afro-Brasileiro da Universidade Federal da Bahia e à Casa do Carnaval, bem como visitar o Convento de São Francisco, classificado como uma das sete maravilhas de origem portuguesa no mundo, tombado pelo IPHAN.

Fazer compras no Mercado Modelo de Salvador

Vista frontal do Mercado Modelo de Salvador todo iluminado a noite.

Na chamada Cidade Baixa, um dos locais que você precisa conhecer é o Mercado Modelo. Lá, você vai encontrar uma variedade enorme de produtos artesanais, como roupas, pedrarias, redes e até temperos de sabor único. Você ainda pode se deliciar com a famosa culinária baiana, em restaurantes que ficam no Mercado, como o tradicional Camafeu de Oxóssi e Maria de São Pedro.

Passear no Elevador Lacerda

O Elevador Lacerda.

Da Praça Cairú, que fica de frente ao Mercado Modelo, é possível ver um dos pontos turísticos mais conhecidos da cidade: o Elevador Lacerda. É ele que possibilita o acesso facilitado entre a Cidade Alta e a Cidade Baixa aos pedestres. Quem adora apreciar um belo pôr do sol pode reservar essa parte do dia para subir no Elevador Lacerda e desfrutar da vista da Praça Tomé de Sousa.

Aproveitar o luxo de um resort em Salvador

Uma pscina, de um resort em Salvador, com água incrivelmente azul tendo ao fundo dezenas de aplmeiras com mais de dez metros.

Se o que você busca é conforto, sombra e água fresca, Salvador também é o seu lugar. Isso porque a cidade abriga uma boa quantidade de resorts, com todo o luxo e comodidade que você merece.

Os mais famosos da região são: Costa do Sauípe e Iberostar, ambos localizados na Praia do Forte; Gran Hotel Stella Maris Urban Resort & Conventions, na Praia do Flamengo; e Catussaba Resort Hotel, na Praia de Itapuã. Para quem ama mordomia, comida com fartura e belas vistas, tal tipo de hospedagem é ideal.

Visitar as belíssimas praias de Salvador

Uma canoa reposa sobre as águas verdes e cistalinas de uma praia em Salvador.

O que não falta em Salvador são praias deslumbrantes. Quem gosta de tomar um banho de mar em águas tranquilas vai adorar conhecer o Porto da Barra. Mais ao Norte, a Praia de Itapuã já consegue misturar calmaria com diversão, já que, em alguns pontos, é possível praticar esportes, como o surf.

Já a Praia do Buracão tende a ser mais vazia, porém possui uma excelente estrutura de serviço. Em Stella Maris e Catussaba, as piscinas naturais entre as pedras viram point quando a maré está baixa. Você ainda pode visitar as ilhas de Itaparica, a Ilha de Maré e a Ilha dos Frades.

Não dá para visitar Salvador e não comer acarajé

Uma foto em detalhe de um acarajé.

Patrimônio cultural, o acarajé é um quitute feito com massa de feijão frita no óleo de dendê. A produção e a venda são feitas pelas tradicionais baianas do acarajé, reconhecidas como Patrimônio Imaterial da Bahia em 2012.

No acarajé, vai vatapá, caruru, salada e camarão. Uma dica: se a baiana perguntar se o seu acarajé é quente ou frio, ela não está se referindo à temperatura do bolinho, mas à quantidade de pimenta que você quer que coloque nele. Quente significa com pimenta e frio, sem.


...

MundoZ! Viagem
Author: MundoZ! Viagem
Se você gostou do nosso artigo curta, compartilhe com seus amigos. Isso nos ajuda a continuar criando matérias interessantes e conteúdos incríveis para nossos leitores.