Tecnologia

7 dicas para fazer SEO OnPage

SEO é um conjunto de técnicas que devem ser implementadas de forma simultânea para que se consiga bons resultados.
Tempo de leitura: 4 minutos

O SEO On Page compreende todas as otimizações feitas em uma página diretamente em seu interior, objetivando aumentar seu ranqueamento nos mecanismos de busca. Portanto, é uma parte do SEO que foca apenas no conteúdo de uma página específica.

O SEO, para quem não está familiarizado com o termo, significa, em tradução literal, Otimização para Mecanismos de Busca (Search Engine Optimization). Então, compreende todas as estratégias que visam elevar a posição de uma página no SERP (Search Engine Results Page) do Google e demais ferramentas de mesma natureza.

Estratégia de otimização para o site da sua empresa
Estratégia digital. Como transformar um site numa máquina de vendas.

Tenha em mente que apenas o SEO On Page não é suficiente para garantir a primeira colocação nos mecanismos de busca. Mas sem ele também não se consegue grandes resultados na busca do Google.

Quer conhecer um pouco mais sobre o assunto? Vamos lá!

1. SEO On Page e a palavra-chave

Idealmente todas as páginas de um site precisam focar em uma palavra-chave específica. No caso, a escolha dessa palavra tem um impacto enorme nas estratégias de SEO On Page de seu projeto, e também nos resultados.

Em resumo, deve ser uma KW (keyword - palavra-chave) que tenha um alto volume de buscas mensais, ao passo que tenha poucos concorrentes. Ou seja, o investimento na KW deve ser “certeiro”, e isso só acontece com uma escolha adequada.

É por isso que empresas especializadas em Marketing Digital, como a Planejador Web, tomam muito cuidado na hora de escolher as melhores palavras-chave para seus clientes. Essa palavra-chave deve aparecer ao longo da página de maneira moderada e em pontos oportunos. É aconselhável inseri-la cerca de 1 vez a cada 150 palavras de conteúdo.

2. Otimize o título da página

O título da página é aquele que aparece no navegador do usuário quando este acessa o link de um artigo, por exemplo. Embora não tenha um peso elevado para o SEO, ele ajuda na hora de guiar os robôs que fazem a varredura da Web atrás da resposta para uma busca feita por um usuário.

Para entender este conceito, vale notar que os robôs seguem uma sequência lógica. Portanto, uma página cujo H1 seja “carros esportivos”, mas o título de página seja "helicópteros", com certeza vai confundir o robô do mecanismo de busca. Além disso, é importante utilizar a KW (palavra-chave) escolhida no título da página também ao longo do texto.

3. Atenção a URL

A URL é o link propriamente dito, da página, tal como “www.site.com/URL_da_página”. Embora também não tenha um grande peso para o SEO, é sim um fator importante ao qual se deve dar atenção especial.

Uma dica de ouro é jamais usar mais de 5 palavras em suas URLs. Aliás, a KW deve estar na URL, o que pode ser um fator de destaque na hora da apresentação de seu link no buscador.

4. Títulos e subtítulos são essenciais

Um fator extremamente importante para SEO On Page é a facilidade com que o conteúdo é consumido pelo usuário. Ou seja, um texto com apenas um título, no melhor estilo “redação de vestibular” pode — e vai — 'irritar' o robô do buscador.

Dessa forma, o ideal é que o conteúdo textual fique separado em títulos e intertítulos. Coloque, no máximo, 250 palavras em cada parte do texto. Da mesma forma, siga uma sequência lógica de intertítulos, respeitando sempre 'quem vai dentro de quem': H2 - H3 ...

5. Palavras-chave long tail

Todas as KW são divididas em 2 categorias: as chamadas short e as long tails. As short tails são KW curtinhas e genéricas, enquanto as long tail são longas e específicas. A segunda é mais fácil de ranquear do que a primeira, embora a primeira (correspondência exata) tenha muito mais potencial de gerar um grande volume de tráfego orgânico.

Em vista deste impasse, como proceder? Qual delas usar? Simples: usamos ambas!

Vamos tomar como exemplo a KW “tênis”. É muito difícil ranquear para ela, numa correspondência exata. No entanto, a KW “tênis de corrida” já é mais simples, mas nem se compara a “tênis de corrida Nike 41”.

Para aproveitar todas elas, basta focar em “tênis” e, ao longo do conteúdo e de maneira natural, explorar as outras duas.

6. Meta description

A meta description é o texto que aparece logo abaixo do link de sua página, so resultado mostrado nas pesquisas dos buscadores. O Google já avisou que esse texto não influencia diretamente no SEO da página, mas serve para influenciar o usuário a clicar e entrar em sua página.

5 maneiras para fazer com que seus anúncios receberem mais cliques

É importante que seja um texto curto, com no máximo 160 caracteres, e que resuma o conteúdo da página. Aliás, estratégias de copywriting podem ser aplicadas para persuadir o usuário a clicar no link de sua página.

7. Link building

Por último, mas nem de longe menos importante, temos o link building. Em resumo, tudo se trata de entregar o melhor conteúdo para o usuário. Portanto, espera-se que apenas um post não seja suficiente para isso, por isso é necessário referenciar mais conteúdo.

Você deve utilizar links de dentro de seu site (links internos), assim como de sites reconhecidos no assunto que está sendo abordado na sua página. Cerca de 3 links internos e 1 externo estão de bom tamanho para um texto de 800 palavras.

Gostou das nossas dicas sobre SEO On Page? Não deixe de compartilhar nas suas redes sociais!

 

...

Author: Lucas Pelisari - Colaboração para MundoZ!

Topo