• Pesquisar
  • Abrir menu

Conheça 6 formas de empreender na internet em 2022

Abrir o seu próprio negócio é a oportunidade de crescer profissional e financeiramente.
Tempo de leitura: 4 minutos
Mulher feliz enquanto trabalha pela internet usando um notebook.

Mais de 50 milhões de brasileiros têm o desejo de abrir um negócio, segundo pesquisa divulgada pelo Poder 360 em outubro de 2021, desse total, 1/3 foi motivado pelas dificuldades que surgiram durante a pandemia de Covid-19.

E não é para menos, apesar de todas as dificuldades de gerir um negócio, o esforço vale a pena. Com um negócio próprio saímos da zona de conforto para fazer o que mais gostamos, além de poder tomar as próprias decisões, ter mais flexibilidade de horário e contribuir para o desenvolvimento da sociedade. E mesmo não tendo garantia que vai dar certo, abrir uma empresa significa uma chance maior de se conquistar a tão sonhada independência financeira.

Se você quer empreender em 2022, nosso artigo, voltado para quem já tem ideia de criar um negócio na internet, pode ajudar muito. Descubra boas formas de empreender no mundo digital ainda esse ano.

Resumo

1- Ser um criador de conteúdo
2- Criar uma loja virtual
3- Ser um vendedor digital (Afiliado)
4- Ser um freelancer
5- Ser dono de uma franquia
6- Vender produtos em marketplaces

 

1- Ser um criador de conteúdo

Sim, é possível ganhar dinheiro sendo um criador de conteúdo. E atualmente, você nem precisa ter milhões de seguidores para conseguir viver disso. As marcas estão valorizando cada vez mais os micro influenciadores e a tendência é que destinem cada vez mais verba para esse tipo de ação de marketiing.

O primeiro passo, para quem quer entrar nessa carreira, é escolher o assunto do qual vai falar. Em seguida é preciso pensar no formato de conteúdo a ser produzido e em qual rede social esse formato tem mais resultado. Caso você prefira criar conteúdo em texto, por exemplo, o Twitter é a melhor rede para esse formato.

Além desse, existe um movimento muito grande, semelhante ao dos criadores de Podcasts, onde os influenciadores estão entregando conteúdo por e-mail, num formato chamado de “newsletter”, esta é uma boa ferramenta para você falar sobre o seu core bussines, (seu assunto principal) e ainda recomendar outros bons conteúdos para a sua audiência.

A dica aqui é que, se essa for a carreira escolhida, estude muito sobre storytelling e copywrite, ou seja, aprenda a contar histórias que prendam a atenção do leitor. Essa é uma das habilidades mais importantes que um criador de conteúdo precisa dominar.

2- Criar uma loja virtual

O segmento de e-commerce tem crescido muito nos últimos tempos, só em 2021, segundo o Poder 360, o setor faturou mais de R$161 bilhões, uma alta de 27% em relação a 2020. A expectativa é que este ano o setor continue mantendo um alto índice de crescimento. Uma prova disso foi o volume de vendas em janeiro de 2022, que cresceu 20,56% em relação ao mesmo mês do ano anterior (2021).

Se você for montar uma loja virtual, a nossa recomendação é que estude sobre gestão de anúncios pagos (tráfego pago), uma habilidade muito importante nesse segmento, já que diferentemente de uma loja física, onde você aluga um bom ponto comercial e consequentemente atrai um bom volume de público, na loja virtual é preciso investir em anúncios na internet para receber visitas de possíveis compradores.

3- Ser um vendedor digital (afiliado)

Uma das boas formas para alguém empreender no meio digital é seguindo a carreira de afiliado, onde o trabalho consiste em divulgar produtos que podem ser digitais ou mesmo produtos físicos. Nesse segmento a  remuneração é variável, dependendo da comissão paga pelo produtor e, claro, da quantidade de vendas que você conseguir fazer. A melhor forma de vender sendo um afiliado hoje em dia é através de anúncios, por isso, é importante fazer um bom curso de tráfego pago.

Nessa carreira a habilidade de gerenciar anúncios pagos é muito importante, já que um afiliado que queira escalar o seu negócio digital vai precisar investir algum capital em publicidade.

4- Ser um freelancer

A carreira de freelancer pode ser uma boa escolha caso você não tenha muito capital para abrir uma empresa. Como freelancer você vai fazer serviços para terceiros, como por exemplo, o de criação de sites para pequenas e médias empresas ou quem sabe a produção de artigos para sites e blogs.

O investimento que você precisa fazer para começar como freelancer será num curso que te prepare para fazer o serviço que pretende oferecer, e na assinatura de alguma plataforma que sirva como ponte entre as pessoas que terceirizam algum tipo de serviço e os profissionais (freelancers), como o Workana ou o GetNinjas, por exemplo.

Diferentemente de um emprego fixo, o contratante não vai querer saber qual faculdade você fez, ele vai querer conhecer o seu portfólio (os projetos que você já executou). Por isso, no início, faça alguns serviços mais baratos ou até mesmo crie alguns projetos próprios, para montar um bom portfólio.

5- Ser dono de uma franquia

Investir numa franquia é uma boa ideia para quem quer empreender com menor risco. Segundo dados da ABF (Associação Brasileira de Franquias) e do Sebrae, o ‘índice de mortalidade’ (fechamento) de empresas no Brasil chega a bater a marca de 25%, sendo 10 vezes maior do que o de uma empresa do modelo de franquia, que é de apenas 2%.

Dentre os motivos para esse índice tão baixo, está o fato de que o franqueado conta com o suporte e a experiência do franqueador que o auxilia na gestão e na estratégia do negócio. E sim, atualmente já existem várias franquias de baixo custo que operam no modelo de home Office, por exemplo.

6- Vender produtos em marketplaces

Investir numa loja virtual demanda muito dinheiro e se você tem pouco capital, vender em sites como Amazon, Magazine Luiza, Americanas e Mercado Livre pode ser uma boa estratégia no começo, pois você estará usando a força de empresas gigantescas que já são líderes no setor de e-commerce.

Como esses sites recebem um enorme volume de visitas todos os meses e investem muito em tecnologia e divulgação, você não terá que se preocupar esses gastos, tendo apenas que pagar uma comissão sobre as vendas que fizer através das plataformas, o que acaba sendo mais atraente para quem é pequeno e está começando.

Esperamos que as nossas dicas ajudem você a escolher uma boa oportunidade para abrir o seu próprio negócio.

Agora é com você, mãos à obra e bons negócios!  

 

...

 

MundoZ! Dinheiro
Author: MundoZ! Dinheiro
As informações de investimento apresentadas nesta página se destinam apenas para fins educacionais. Nós não oferecemos serviços de consultoria ou corretagem e nem recomendamos ou aconselhamos investidores a comprar ou vender qualquer tipo de ativo.