MundoZ! Portal de Conteúdo.

Como é determinado o preço de uma criptomoeda?

Uma pergunta recorrente para muitos investidores diz respeito a como ocorre a cotação – variação de preço - das criptomoedas. 
Tempo de leitura: 6 minutos
Um urso e um touro se encarando sobre moedas de Biticoin

A volatilidade do mercado crypto é influenciada por vários fatores que vão desde crises políticas, passando pela lei de oferta e procura até problemas técnicos das plataformas de blockchain e, é claro, que tudo isso afeta diretamente o preço das moedas. Assim como as moedas tradicionais - dólar, euro, dentre outras - as criptomoedas podem apresentar  valorização ou queda de preços em determinados períodos.

E neste  artigo listamos os cinco fatores que mais influenciam os preços das criptomoedas, aos quais você deve ficar atento para minimizar ao máximo a possibilidade de sofrer prejuízos com as flutuações de preço. 

1 – O cenário político influencia diretamente na cotação de uma criptomoeda

O cenário político afeta fortemente diferentes setores da economia e também as moedas tradicionais – e, claro, o preço das criptomoedas. Essa influência ocorre porque alguns investidores tendem a usá-las para fugir das flutuações que estão ocorrendo com as moedas convencionais (moedas fiduciárias).

Além disso, ainda existe uma grande difusão de informações sobre crises econômicas no mundo todo, e com isso, alguns investidores inexperientes, que veem os ativos digitais como porto seguro – o que é um erro, começam a acumular cryptomoedas  na tentativa de proteger seus fundos e com isso a cotação acaba subindo.

2 – O preço das cryptomoedas também obedece a demanda – oferta e procura

Outro fator que determina o preço das criptomoedas é a demanda, oferta e procura de um determinado bem. E para encontrar o preço, é traçada uma linha (média) entre a demanda dos compradores e a oferta dos vendedores dentro de um determinado período.

O interesse dos pequenos investidores em comprar criptomoedas  e usá-las em suas transações do dia-a-dia aumentou muito nos últimos anos. Portanto, a volatilidade é fortemente influenciada por esse aumento de procura. Então, quanto maior a demanda (procura por um ativo), maior também será o seu preço e, seguindo a mesma lógica, quanto menor a demanda, menor o preço.

3 - O próprio mercado influencia nos preços das cryptomoedas

O mercado de criptomoedas permanece descentralizado e sub-regulado, embora não seja considerado ilegal na maioria dos países. E diante disso, qualquer pessoa que tenha capital disponível pode começar a comprar, vender e negociar essas moedas livremente.

Como resultado, muitas empresas passaram  a usar as criptomoedas nas suas negociações, o que acaba influenciando nesses três fatores:

- Taxas cobradas pelas corretoras;
- Reputação das moedas;
- Número de compradores. 

Esses são fatores importantes que afetam a cotação de uma moeda digital, ainda que dentro de um único país, ou seja, é possível encontrar ‘uma certa’ variação de preços de cryptomoedas dentro do mesmo território.

4 - A volatilidade do dólar também influencia o preço das cryptomoedas

A cotação do dólar influencia fortemente o cenário econômico - principalmente em países subdesenvolvidos – além de influenciar os preços de diversas outras moedas, incluindo as cryptomoedas. Em alguns sites e plataformas, o dólar é levado em consideração na hora em que os investidores estão avaliando o preço dos ativos para decidir quanto estão dispostos a pagar por aquele ativo.

5 - O preço de uma cryptomoeda também pode ser influenciado por problemas técnicos

Os sistemas de criptomoeda costumam sofrer atualizações que tem por objetivo aprimorar os processos de compra e venda daquela criptomoeda, além de melhorar os níveis de segurança com a correção de bugs (problemas) que poderiam atrapalham os investidores.  

E esses são alguns dos pontos fortes e fracos do projeto de uma criptomoeda que podem influenciar a cotação da mesma.

Além disso, notícias veiculadas pela mídia sobre ataques ou aberturas (falhas) que permitem invasões de hackers (criminosos virtuais) podem fazer com que essas criptomoedas sejam altamente desvalorizadas em questão se minutos ou poucas horas, pois os investidores terão receio de alocar fundos (dinheiro) num ativo que não oferece segurança alguma. 

Então, recapitulando, dentre os diversos fatores que influenciam o preço de um ativo digital temos: 

1 – O cenário político; 
2 – Lei de oferta e demanda;
3 – O próprio mercado de ativos digitais;
4 – A volatilidade do dólar;
5 – Problemas técnicos.

E para fechar, agora sabemos que os preços das criptomoedas são influenciados e definidos por uma grande variedade de fatores que, em muitos casos, também criam volatilidade até mesmo nas moedas fiduciárias (moedas tradicionais), e com isso, podemos ter uma ideia de o quanto a situação econômica geral de um país ou mesmo do mundo todo, pode ser influenciada por questões políticas e decisões tomadas fora do mercado de moedas digitais, como é o caso das decisões FED (Federal Reserve), o banco central americano ao aumentar os juros no inicio de 2022. 

Portanto, procure sempre se manter informado sobre qualquer tipo de situação, do mercado mundial ou local, que possa  afetar as transações de criptomoedas.

Veja também

O que investidores precisam saber sobre DeFi
Como investir em Bitcoin
Sete coisas para saber sobre cryptomoedas 

...

 

MundoZ! Dinheiro
Author: MundoZ! Dinheiro
As informações de investimento apresentadas nesta página se destinam apenas para fins educacionais. Nós não oferecemos serviços de consultoria ou corretagem e nem recomendamos ou aconselhamos investidores a comprar ou vender qualquer tipo de ativo.