Empreendedorismo

5 dicas para empreender na internet com pouco dinheiro

Empreender na internet pode ser a saída para quem está atravessando uma fase difícil no negócio tradicional.
Tempo de leitura: 5 minutos
5 dicas para empreender na internet com pouco dinheiro

O ano de 2020 está chegando ao fim. Passamos por um período de pandemia global, e uma crise financeira enorme para muitos empreendedores, mas mesmo com todos os problemas de saúde e econômicos, houve aqueles empreendedores que faturaram e ainda estão faturando alto. A nova geração de empreendedores, que vem desde 2015 resolveu investir na era digital, isto significa que muitas empresas hoje em dia são virtuais, sem lojas físicas.

Mesmo que para alguns pareça um monstro de sete cabeças, a internet não é complicada. Entre você investir, por exemplo, 80 mil reais em uma loja física, invista 30 mil reais em um e-commerce, terá resultados astronomicamente superiores do que na primeira opção.

Veja também: Como criar uma máquina de renda extra, mesmo que você nunca tenha ouvido falar nisso

Obviamente, nada cai do céu, e só porque nós temos a força da internet em nossas mãos, os produtos não vão se vender sozinhos. Então, aqui vamos nós com a primeira dica: 

Dica 1  - Invista em um site bem elaborado

Esta dica é muito importante. O site ou a sua loja online é como a fachada de uma loja física.

As pessoas vão acessar e visualizar o conteúdo, o layout, todo o design dele. Se o site for feio, ou mal elaborado, com péssima otimização, travamentos e páginas lentas obviamente que o consumidor irá fechar a aba e ir para a página do seu concorrente.

Felizmente, com um investimento bem menor do que aquele que você precisaria para abrir uma loja física, poderá contratar uma empresa especializada em construção de sites e lojas online que vai te ajudar a ter uma loja virtual linda, atendendo aos melhores requisitos de usabilidade para o seu empreendimento. 

Dica 2 – Tenha um blog com conteúdo relevante

E por 'relevante' entenda-se bons artigos, podcasts e até vídeos.

Quanto mais dinamismo e interatividade com o cliente, melhor. Há quem prefira ler, ouvir ou assistir conteúdo. Para a produção de vídeos, sugerimos que você use um editor de vídeo que pode ser encontrado na web, tanto em versões pagas como gratuitas. Já os podCasts você consegue gravar do seu próprio celular ou computador usando programas nativos - que já vem instalados nos sistemas operacionais, como o Windows, por exemplo.

Independente da forma que você escolher, este conteúdo precisa ser apropriado para o seu público, não adianta, por exemplo, ter um e-commerce de artigos para artes marciais e você escrever sobre fórmula 1.

Um blog é muito mais do que apenas um local para você falar sobre o que quiser, na verdade, o sucesso do seu conteúdo resulta justamente dos assuntos que serão abordados.

Quando você fala sobre muitos assuntos diferentes, não passa autoridade alguma para quem está consumindo o seu conteúdo e que pode estar interessado no seu produto, a menos que você tenha um portal de conteúdo, mas se você tem uma loja online, por exemplo, deve focar em um assunto especifico, e escrever apenas sobre essa área, dessa forma, os leitores passarão a perceber que você sabe muito sobre aquilo, e aí está grande parte do sucesso de uma estratégia de fidelização.

Dica 3 – Utilize técnicas de SEO

Agora estamos falando sobre posicionamento orgânico.

Para sua empresa virtual ter sucesso, ela precisa ser encontrada pelas pessoas ao fazerem uma busca no Google ou em qualquer outro buscador. Vamos supor que alguém digite “planos de saúde familiar” no Google. Vai aparecer uma lista, uma espécie de ranking, começando pelos sites mais relevantes sobre o assunto até o menos relevante.

Os 10 primeiros resultados de sites que aparece, o chamado TOP10, são os que vão vender mais produtos ou serviços, por isso é interessante que você consiga bons posicionamentos nos 'motores de busca', como Google, por exemplo.

Para que isso aconteça, recomendamos muito a consultoria ou assessoria de algum especialistas dessa área, conhecidos como profissionais de SEO e geração de conteúdo.

Mesmo que você tenha tempo livre e queira fazer por conta própria, estará correndo o sério risco de ser penalizado se por um descuido ou desconhecimento acabar cometendo algum 'deslize' que seja mal entendido pelo robô de buscas do Google.

E isso pode ocasionar a exclusão do seu site dos motores de busca, permanentemente, e convenhamos que isto seria como um tremendo balde de água fria para o seu negócio digital, onde a única saída seria recomeçar tudo do zero.

Dica 4 – Redes sociais e campanhas AD’s

É muito importante você ter perfis nas redes sociais para o seu negócio.

Assim não só poderá interagir e mostrar empatia com seu público, como também poderá dirimir quaisquer dúvidas e mensagens que os clientes possam enviar e isso inclui as possíveis reclamações. Há quem prefira mandar um e-mail para suporte, ligar para o SAC ou apenas mandar uma mensagem no Facebook e/ou Instagram.

Além disso tudo, com as redes sociais também há a possibilidade de se fazer campanhas para direcionar seu conteúdo, produtos ou serviços para pessoas que tenham afinidade com o que você está oferendo.

Isto chama-se geração de 'Leads Qualificados', e é nada mais, nada menos do que uma pessoa acessar o seu site já sabendo o que vai encontrar, resumindo, é como um cliente entrar na sua loja de sapatos querendo comprar exatamente um modelo específico de sapato. Isso é muito importante para a conversão dos acessos ao seu e-commerce, em vendas.

Dica 5 – Parcerias com Youtubers

Este é outro investimento que dá muito retorno, dependendo do seu nicho de atuação.

Se você vende vídeo games, é uma ótima ideia ter sua marca divulgada por youtubers que fazem streaming de jogos. O mesmo acontece caso você seja um escritor, banda que vende CD’s, e por aí vai. Caso seu negócio não case com esta dica, você pode mudar a palavra youtubers para “influencers”, principalmente quando falamos sobre roupas e calçados. Apesar dessa estratégia, as vezes ter um custo elevado para quem está começando, o retorno a médio e longo prazo é grande.

Então, apesar da pandemia ter vindo de uma forma avassaladora para cima dos empreendedores, quem está disposto a se reinventar e arregaçar as mangas tem uma chance de reverter a crise financeira.

RELACIONADO: Renda Extra: 20 Maneiras para ganhar dinheiro em 2021

...

Author: Lucas Pelisari - Colaboração para MundoZ!

Topo