MundoZ! Portal de Conteúdo.

Carros

Conheça o Honda City hatch que pode substituir o Fit aqui no Brasil

A nova geração do modelo Honda City deve chegar em 2022 para disputar mercado com os modelos Argo, HB20, Onix, Yaris e Polo.
Tempo de leitura: 4 minutos.
Coneça o Honda City hatch que pode substituir o Fit aqui no Brasil

A Honda está no que podemos chamar de 'momento sazonal' aqui no Brasil. No ano de 2020, a marca  japonesa teve um volume de vendas de pouco mais de 80 mil veículos, ficando na 9ª posição entre as marcas que atuam no mercado nacional. Mas acreditamos que esse momento deve passar logo. Isso porque, a fabricante está estruturando um movimento que deve começar ainda em 2021 com o lançamento no mercado brasileiro da sétima geração do Honda City.

Aqui no Brasil, o modelo está sendo comercializado desde 2009, somente como sedã. Acreditamos que os brasileiros também terão opção da versão hatchback. Sendo que o modelo já foi registrado no Brasil e deverá ser a grande novidade da Honda, ainda em 2021, com o lançamento do modelo sedã.



Não é a primeira vez que a Honda lança um modelo hatchback para o City. O modelo foi lançado como hatch lá no começo da década de 1980. Apenas 15 anos mais tarde, em 1996, o City passou a ser fabricado com uma carroceria sedã. Sendo que mais tarde a marca lançou modelo Fit, em 2001.

Honda HR-V 2021 é lançado com mais equipamentos e preço inicial de R$ 105.100

Desde aquela época, foram lançadas quatro gerações do City. A grande alteração neste momento será a estratégia da marca em relação ao produto. Essa nova geração se destina principalmente aos mercados emergentes, como é o caso do Brasil. Sendo que agora, o novo modelo Fit vem com uma pegada mais tecnológica compondo o mix de produtos marca, mas neste caso o grande objetivo são os mercados dos países ricos.

Novo City vem para disputar mercado com Onix, Polo e Yaris.

A marca japonesa está concluindo a transição de sua linha de produção que está em Sumaré para a unidade, mais moderna, em Itirapina, as duas no interior do estado de São Paulo. A nova versão do City será produzida nessa unidade. O primeira lançamento será do sedã, talvez antes da metade de 2021. Na sequência vem o hatch, em 2022.

O City conta com a mesma base do novo Fit, o que deve permitir que a fabricante mantenha o sistema de 'rebatimento' dos bancos traseiros, funcionalidade que os consumidores adoraram. No entanto, o modelo City Hatch tem a intenção de disputar uma fatia de mercado já dominada por modelos maiores como é o caso do Fiat Argo, Hyundai HB20, Chevrolet Onix, VW Polo e Toyota Yaris.

E uma das grandes armas do novo City para enfrentar a concorrência será justamente o seu tamanho. O City hatch apesar de compacto passa facilmente por um médio, tendo 4,34 metros de comprimento, com 1,74 m de largura e ainda 1,48 m de altura, estando muito perto até mesmo de alguns SUVs mais compactos. Sendo que o espaço entre-eixos deve permanecer com os mesmos 2,59 m do sedã.

Além disso, com seus 4,54 m de comprimento, o novo modelo da Honda (City sedã) contará ainda com um dos maiores porta-malas de sua categoria, de 506 litros. Assim, é bem possível que o modelo hatch da Honda vai surgir como referência no que tange ao espaço para acomodação de bagagem e de ocupantes. Além disso tudo, o novo City trará alguns presentinhos para os compradores, tais como dutos de ventilação votados para o banco traseiro.

Mas como nem tudo são flores, o Honda City ainda não deve vir equipado com motor turbo.

Em alguns países da Asia, como a Tailândia, essa geração do Honda City já está equipada com o motor 1.0 turbo a gasolina que é capaz de produzir 122 cv de potência com 17,6 mkgf de torque. Já o sistema de transmissão é automático CVT. Aliás, esse conjunto mecânico seria excelente para o novo novo modelo do City aqui no Brasil. Mas parece que os brasileiros terão que aguardar mais um pouco.

A montadora da Honda aqui no  Brasil deve equipar o compacto com um novo motor 1.5 16V, que já foi lançado na Índia. Equipado com sistema de injeção direta, um propulsor que tem a mesma base do 1.5 turbo, que também equipa as versões Touring do Civic e HR-V, mas neste caso sem a turbina. Sendo que em sua versão flex deve chegar a 130 cv.

A escolha do 1.5 aspirado é resultado dos custos mais elevados do motor turbo. E isso nos diz que o novo modelo foca muito mais no custo-benefício, mesmo que a Honda tenha elevado o nível dos preços de seus modelos nos últimos anos. Dessa vez o preço não deverá estar muito além do Toyota Yaris.

Em compensação teremos o controle de estabilidade no novo City.

Essa nova geração do modelo City parece que vem para corrigir um detalhe importante e que estava sendo esquecido nos modelos anteriores. Até que em fim o City será lançado aqui no Brasil tendo o sistema de estabilidade (ESP). Uma alteração que chega às vésperas de uma exigência legal para este dispositivo, que está prevista para meados de 2023.

O novo Honda City deve chegar com um pacote de novidades muito similar ao dos demais concorrentes. Na Índia, por exemplo, o City já vem de fábrica equipado com airbags frontais e laterais, além de Isofix com Top Tether para as cadeirinhas infantis, freios ABS-EBD, e ainda com assistente de arranque para aclives, o Hill Assist.

As modelos mais caros vem equipados com airbags de cortina, com  sistema LaneWatch de câmera que mostra uma visão lateral na central multimídia, além do pacote Sensing. Que conta com controle de cruzeiro 'adaptativo', os faróis automáticos, um sistema assistente de permanência na faixa e a frenagem automática de emergência.

Quanto aos equipamentos de conveniência, o City contará com itens elementares, como a chave presencial, o acionamento do motor através de botão, retrovisores com rebatimento elétrico, ar-condicionado digital, além dos faróis e lanternas full LED, e ainda com uma nova central multimídia de oito polegadas.

Mas será que o Honda Fit deixará de ser fabricado aqui no Brasil?

Com o lançamento do novo City em versões hatch e sedã, poderíamos esperar que a Honda pare de vender o Fit aqui no país No entanto, como o modelo conta com um público fiel, é bem provável que os consumidores ainda conheçam a nova geração que foi lançada ainda no final de 2019.

Quanto à produção do Civic, esta deve mesmo ser encerrada aqui no Brasil. Dessa forma, essa  nova geração será importada, onde os novos modelos City hatch e os sedã nacionais, além da nova geração do SUV HR-V, a marca japonesa deverá aumentar seu volume de vendas, alcançando uma maior participação no mercado nacional.


...

 

 

MundoZ! Carros & Motos
Author: MundoZ! Carros & Motos
Se você gostou do nosso artigo curta, compartilhe com seus amigos. Isso nos ajuda a continuar criando matérias interessantes e conteúdos incríveis para nossos leitores.

RELACIONADOS

Vai trocar de carro? Veja as nossas dicas para se dar bem

Descubra como conseguir os melhores preços na hora de comprar seu carro novo ou semi-novo.
Tempo de leitura: 5 minutos.
Carros

Carros

O novo BMW iX5 Hydrogen sendo testado no  Ártico

O novo BMW iX5 Hydrogen é posto à prova perto do Círculo Polar Ártico

O BMW iX5 ganha uma nova letra: H.
Tempo de leitura: 4 minutos
Carros

Carros

Como receber a indenização do seguro em caso de perda total de carro financiado

Como receber a indenização do seguro em caso de perda total de carro financiado

Vamos ver como ocorre o pagamento da indenização do seguro auto no caso de perda total, o famoso PT, e também de roubo para carro financiado.
Tempo de leitura: 5 minutos.
Carros

Carros

Seguro de carro usado: Como funciona?

Seguro de carro usado: Como funciona?

Proteger o patrimônio é uma estratégia muito importante, mesmo que se trate de um automóvel usado.
Tempo de leitura: 4 minutos.
Carros