Notícias

Auxílio Emergencial não pago. Como reclamar

Não recebeu o Auxílio Emergencial na data prevista, conforme o calendário de pagamento? Veja aqui o fazer.
Tempo de leitura: 4 minutos

O Auxílio Emergencial é um benefício temporário do Governo Federal de R$ 600 (seiscentos reais), concedido para trabalhadores informais, microempreendedores individuais, autônomos e desempregados com o objetivo de amenizar os impactos da crise gerada pela pandemia mundial do novo corona vírus.

Os cidadãos que já estavam inscritos no Cadastro Único do Governo Federal e atendem às regras do programa têm direito ao benefício sem precisar se cadastrar no site da Caixa, incluindo as famílias beneficiárias do Bolsa Família, que devem escolher um dos benefícios para receber.

Leia também: Como fazer a chave PIX

E além disso, o benefício será pago para até duas pessoas da mesma família, sendo que, nos casos em que a mulher seja a única provedora da casa, o valor pago por mês será de R$1.200 (mil e duzentos reais).

O prazo para efetuar o cadastro no auxílio emergencial e ter direito ao benefício terminou no último dia 2 de julho de 2020, mas ainda existem brasileiros que não tiveram o seu auxílio depositado em suas contas.

Quem pode receber o auxílio emergencial?

Para receber este benefício temporário, o beneficiário deverá ser maior de 18 anos, ou mãe com menos de 18 anos que esteja desempregada ou exerça atividades na condição de trabalhador informal, microempreendedor individual (MEI), e contribuinte individual da Previdência Social.

Além disso, a renda familiar mensal por pessoa não pode ultrapassar o valor de meio salário mínimo (R$ 522,50), ou a renda familiar deve ser um total de até três salários mínimos (R$ 3.135,00).

Não teve o depósito feito na data prevista conforme o calendário de pagamento

Muitas pessoas disseram não ter recebido o pagamento na data estimada pelo calendário oficial do governo, devendo este beneficiário resolver o problema diretamente no sistema da Caixa, através central de atendimento criada exclusivamente para assuntos que dizem respeito ao auxílio: 111.

Não conseguiu acessar o aplicativo Caixa Tem. O que fazer?

Devido a grande quantidade de pessoas acessando o aplicativo do Caixa Tem ao mesmo tempo, ele pode apresentar falhas, mesmo o sistema já tendo sido atualizado algumas vezes, ele poderá cair.

Se isso ocorrer, procure desinstalar o aplicativo e instalar novamente, atualize o app se for necessário e aguarde para entrar novamente no Caixa Tem em um horário de menor pico.

Qual é o telefone de atendimento do auxílio emergencial do Caixa Tem? Para consultar informações sobre o auxílio emergencial, basta ligar para o número 111.

Se for cliente do Banco do Brasil, ligue para 0800-729-5285 ou 4003-5285, que atende de segunda a sexta-feira das 08:00 às 18:00. Infelizmente, devido as circunstâncias atuais, as linhas costumam estar sobrecarregadas, portanto o mais cedo que conseguir ligar, mais provável de obter êxito.

Como falar com a ouvidoria da Caixa?

A ouvidoria da Caixa é considerada a última opção de atendimento que deve ser consultada, ou seja, apenas se nenhum dos canais da central de atendimento for capaz de resolver de forma satisfatória sua demanda, reclamação ou problema que esteja relacionado a prestação de serviços Caixa.

Então, se o seu auxílio não foi pago na data estimada, procure entrar em contato com os outros canais da Caixa antes de ir diretamente na Ouvidoria, pois, pode ter sido apenas um mero atraso no sistema, não sendo necessário recorrer a essa instância maior.

Sendo assim, o contato para a ouvidoria é através do telefone 0800-725-7474 e está disponível de segunda a sexta-feira das 09:00 às 18:00 para telefone fixo e celulares.

FALA BRASIL

O Fala.BR também é um canal de acesso à informação, solicitações, elogios e sugestões de ideias para desburocratizar o serviço público, ligado a Controladoria – Geral da União, e também tem pode ser utilizado para reclamações do auxílio emergencial.

Passo 1: Acesse o site para fazer sua reclamação.

Clique em Cadastrar no canto superior direito da tela e depois preencha os dados solicitados e volte para a página inicial. Faça o login e clique em Entrar.

Passo 2: Depois, selecione o órgão que irá receber a reclamação. Sobre o auxílio emergencial, as denúncias devem ser enviadas para o Ministério da Cidadania. Depois escolha o assunto que será abordado. Neste caso, marque auxílio.

No campo Fale aqui, descreva a sua reclamação com todos os detalhes que considera importantes, incluindo também, quando for possível, anexos que comprovem sua reclamação, clique em incluir anexos e selecione os arquivos diretamente do seu computador.

Passo 3: Os campos sobre Local do Fato e Quais são os envolvidos no fato não precisam ser preenchidos, mas informe o estado e o município.

Passo 4: Depois de preencher todo o formulário no FalaBr, clique em Avançar. Em seguida, a próxima tela irá mostrar sua reclamação com todas as informações repassadas por você, para verificar se está tudo correto.

Estando tudo certo, basta clicar em Enviar. E pronto!

E se, ainda assim, seus problemas não forem resolvidos, recorra as vias judiciais, mas não deixe de correr atrás dos seus direitos, caso você ainda faça parte dos beneficiários do auxílio emergencial.

Casos específicos de cancelamento.

Algumas pessoas tiveram o auxílio emergencial cancelado, depois de já ter sido sido aprovado, como por exemplo, pessoas que foram contratadas com carteira assinada, mesmo depois de receber o auxílio; cidadãos que recebem seguro desemprego ou outros benefícios (exceto Bolsa Família). E, ainda, militares ou requerentes de classe média.

É importante lembrar que, a análise dos beneficiários é feita pelo governo federal, em uma parceria com o Ministério da Cidadania e a Dataprev - Empresa de Tecnologia e Informações da Previdência. E caso, seu auxilio emergencial seja cancelado, você pode recorrer da decisão pelo site e pelo aplicativo da Caixa ou pelo telefone 121.

Redação
Author: Redação
Se você gostou do nosso artigo curta, compartilhe com seus amigos. Isso nos ajuda a continuar criando matérias interessantes e conteúdos incríveis para nossos leitores.

Gostou desse artigo? Compartilhe com seus amigos.

Topo