Empreendedorismo

Quais são as etapas para abrir uma empresa

As etapas a serem seguidas para proceder com a abertura da sua empresa de pequeno porte, lembrando que esses itens são adequados para empresas LTDA.
Tempo de leitura: 4 minutos

Para aqueles que decidiram encarar o desafio de ser dono do próprio negócio, saibam que existem algumas exigências legais e uma boa gama de documentos para ler e preencher que são necessários para que o plano de abrir a empresa saia do papel.

Mas é preciso tomar cuidado para não se perder no meio de tanta burocracia e para isso é sempre bom ter uma listinha de todas as etapas a seguir. Cada item da lista que vai sendo assinalado é uma passo a mais em direção ao sonho concretizado.

Veja os itens da lista para abrir um empresa:

1- Sobre a lei de zoneamento - informe-se na prefeitura
2- Verifique se não existem dívidas
3- Verifique a viabilidade
4- Certifique-se sobre o nome e a marca da nova empresa
5- Faça a requisição do CNPJ da nova empresa
6- Separando toda a documentação
7- Requisite a Inscrição Estadual
8- Podem haver outras exigências legais


MarkupEmpresa. Controle financeiro com integração entre os módulos. Mais resultado, menos trabalho.


Se a meta é fazer um planejamento completo, é importante saber sobre os itens que não podem faltar. Neste artigo, selecionamos as etapas que devem ser seguidas para proceder com a legalização da sua empresa de pequeno porte, lembrando que esses itens são adequados para empresas na modalidade de sociedade limitada.

1- Sobre a lei de zoneamento - informe-se na prefeitura

Para ter certeza de que o local escolhido para a instalação da empresa respeita as normas de zoneamento do município, o primeiro passo é ir até a prefeitura. Na sequência você poderá requisitar o alvará que dará a permissão legal para que a empresa possa funcionar naquele endereço.

2- Verifique se não existem dívidas

Junto à Receita Federal e à Secretaria Estadual da Fazenda (SEFAZ) deve-se fazer a verificação da situação fiscal de todos os sócios da empresa. Basta informar o CPF dos sócios para obter a informação sobre pendências e irregularidades, fatos que podem impedir o registro da empresa junto ao cadastro fiscal.

3- Verifique a viabilidade

Com tudo em dia, é hora de procurar a Junta Comercial para uma consulta de viabilidade. Em alguns estados, é possível realizar o encaminhamento de forma online, pelo site do órgão. Em outros, o processo deve ser iniciado de maneira física, mas seu acompanhamento pode se dar pela internet. Encontre o órgão estadual na página da Secretaria Especial da Micro e Pequena Empresa (SMPE).

4- Certifique-se sobre o nome e a marca da nova empresa

Você pode verificar se o nome que escolheu para a sua nova empresa está disponível para registro na junta comercial ou mesmo num cartório de registros. No que diz respeito a marca da empresa você deve entrar em contato com o Instituto Nacional de Propriedade Industrial - INPI.

5- Faça a requisição do CNPJ da nova empresa

Para obter o CNPJ (Cadastro Nacional de Pessoa Jurídica) você pode acessar o site da Receita Federal e preencher o app Coleta Online - Programa Gerador de Documentos do CNPJ. Este é o documento de identificação da sua empresa.

Ao fazer este procedimento você terá o Documento Básico de Entrada (DBE) e o recibo de entrega, sendo que o número posteriormente lhe dará acesso ao andamento do processo de registro. Você será informado em qual unidade cadastradora deve apresentar a documentação necessária para dar continuidade ao registro da nova empresa.

6- Separando toda a documentação

É muito importante que você tenha todos os documentos exigidos para o registro da empresa. Em caso de ser uma sociedade limitada, veja aqui qual a relação dos documentos. Você deve se certificar sobre as exigências em seu estado.

Mas de maneira geral, alguns dos documentos normalmente exigidos são:

1- Contrato social
2- Cópia de documentos pessoais: identidade e CPF dos sócios
3- Comprovantes de pagamentos: guias de recolhimento, DARF e demais taxas
4- Ficha de Cadastro Nacional

Além disso existem algumas outras exigências caso a nova empresa tenha entre os sócios uma empresa pública, pessoa física ou jurídica que seja de outra nacionalidade. Faça uma consulta prévia para não cometer nenhum erro e perder tempo.

Procure revisar detidamente informações referentes aos sócios, com atenção aos documentos pessoais. Além disso o valor do capital social da nova empresa deve estar distribuído entre os sócios do negócio. E quanto ao objeto social, é interessante verificar se a atividade econômica está escrita da forma correta, não devem haver termos genéricos.

Veja Também:
350 ideias de negócios para abrir sua empresa

7- Requisite a Inscrição Estadual

Se deu tudo certo e o Documento de Arrecadação Estadual está pago, a Junta Comercial deverá fazer a conferência da documentação e expedir o DBE. Dessa forma, além de seu CNPJ, também será emitida a Inscrição Estadual da nova empresa.

8- Podem haver outras exigências legais

De acordo com a atividade pretendida, a nova empresa estará apenas no começo do processo burocrático para obter de fato autorização de funcionamento. Talvez sejam exigidas licenças como a ambiental - e isso poderá exigir um estudo de impacto ambiental - ainda temos a licença sanitária - especificamente para estabelecimentos de alimentação, licença do Corpo de Bombeiros e registro nos órgãos de classe.

Uma dica muito valiosa:

Procure a orientação de um contador, ele será uma fonte de conhecimento em todas as etapas da sua nova empresa.

Se você chegou até aqui e já sabe quais são os passos principais para a constituição da sua nova empresa, deve estar se perguntando: quanto tempo leva todo esse processo?

O tempo estimado fica em torno de dez dias nas cidades com integração a RedeSIM, a Rede Nacional destinada a Simplificação do Registro e Legalização de Empresas e Negócios.

Essa agilidade só é possível graças a aplicação do conceito de rede onde órgãos municipais, estaduais e federais formam um comitê gestor visando o registro e legalização de empresas, e isso resulta num único envio da documentação no formato digital para a Junta Comercial.

Neste artigo você viu todos os principais requisitos legais que deve atender para viabilizar sua nova empresa. E se você seguiu todos os passos mostrados, é provável que já seja mais um feliz empreendedor dono da própria empresa. Parabéns!

Agora é com você, e que tal começar essa nova etapa de vida contratando um bom sistema de gestão? Nós recomendamos o MarkupEmpresa - um sistema moderno, acessível e descomplicado. CLIQUE AQUI PARA SABER MAIS.

 

 

Author: Empreendedorismo

Gostou desse artigo? Compartilhe com seus amigos.

Topo